Foto: Divulgação / PJC
Caixa eletrônico de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) – Foto: Divulgação / PJC

Cinco criminosos que tentaram explodir um caixa eletrônico, na madrugada de segunda-feira (02), em Matupá (695 km ao Norte), foram presos pela Polícia Judiciária Civil, no município. A ação policial imediata levou a prisão da organização criminosa composta por quatro homens e duas mulheres. Um dos integrantes da quadrilha conseguiu fugir e continua foragido.

A ação resultou na prisão de Emerson Costa Hartann, conhecido como “Sininho”, Dieferson da Silva, o “Doidera” ou “Doido”, Alex Machado, Naiara Leão Ribeiro, 19, e Vanessa Oliveira Nogueira, 24, autuados em flagrante pelos crimes de furto qualificado, posse de explosivos, e organização criminosa.

Na ação criminosa, os assaltantes atacaram dois caixas eletrônicos de uma agência da Caixa Econômica Federal, por volta das 3h da madrugada. Logo após o crime, a Polícia foi acionada e durante buscas conseguiu surpreender quatro suspeitos em duas motocicletas. Ao perceber a presença das viaturas, os criminosos começaram a efetuar vários disparos de arma de fogo contra os policiais

Leia também:  Adolescente leva 32 pontos no rosto, após ser esfaqueada pelo marido no Jardim Tropical

Durante troca de tiros, dois dos suspeitos foram atingidos, um deles na perna e outro no ombro. Um dos acusados conseguiu fugir e o outro, Emerson, foi encaminhado para o Hospital da cidade, e passa bem.

As duas mulheres moradoras de Matupá, Naiara e Vanessa, foram presas nas proximidades do banco dando cobertura para os comparsas, agindo como “olheiras”. Cada uma delas receberia R$ 2 mil pela vigilância.

A quadrilha só não conseguiu efetivar o roubo, porque deixaram duas bananas de dinamite nos caixas eletrônicos, sendo que uma não explodiu e a outra não explodiu por inteira.

De acordo com o delegado, Ruy Guilherme Peralta da Silva, os criminosos são moradores de Colíder, e suspeitos de serem autores dos ataques a caixas eletrônicos na região norte de Mato Grosso. “Os presos são apontados como autores de explosões em diversas agências bancárias, ocorridas nas cidades de Colíder (650 km ao Norte), Nova Canaã do Norte (699 km ao Norte), e outras duas no município de Matupá (695 km ao Norte)”, disse o delegado

Leia também:  Após denúncia, garota é presa com mais de 70 porções de maconha

As prisões integram a operação “Actio Auctoritatis” da Polícia Judiciária Civil, que visa fortalecer investigações de tráfico de drogas e roubos. O trabalho está inserido no planejamento operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) para os 100 primeiros dias de combate a criminalidade do ano de 2015.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.