O Ministério Público do Estado de Mato Grosso notificou a administração municipal de Poconé para que regularize, no prazo máximo de cinco dias, o transporte escolar a todos os alunos da rede pública de ensino. Pelo menos 80 estudantes estão sem frequentar a escola por falta de transporte. Dentre outras localidades, estão sem atendimento as comunidades de Santo Onofre, Tanque do Quina e Vale do Sol. Algumas escolas, inclusive, já suspenderam as atividades em razão da falta de alunos.

Na notificação, o promotor de Justiça José Rodrigues da Silva Neto também cobra a apresentação de cronograma detalhado do calendário letivo para evitar que os alunos sejam novamente prejudicados por ausência de transporte escolar. Todas as medidas a serem implementadas deverão ser comprovadas no prazo máximo de 10 dias.

Leia também:  Com mais de 250 mil inscritos, Seduc MT altera data das provas de concurso

“A ausência de informações no prazo indicado será interpretada como descumprimento deliberado das recomendações legais preventivas, servindo-se também como prevenção de responsabilidade, fundamento jurídico para intervenção judicial e pedido de dano moral coletivo”, destacou o promotor de Justiça.

A notificação recomendatória foi encaminhada à prefeita da cidade, Nilce Mary Leite, e para a secretária municipal de Educação, Maria Rosa Monge. O documento foi expedido na sexta-feira (20).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.