Oito mandados de prisão foram cumpridos pela 2ª Delegacia de Polícia Judiciária Civil do bairro Cristo Rei, de Várzea Grande, no mês de março. A unidade intensificou a realização de interrogatórios, diligências rotineiras, entre outros procedimentos para apurar os inquéritos policiais instaurados.

Foram cumpridas as ordens judiciais em desfavor dos acusados: Waldemar Dantas; Hudson Roberto Duarte; Wanderson das Santos Oliveira; Darlan Gesimo Matos; Edson Pedro Salu; Everton Sebastião da Silva; Rondinelli Furtado Batista e João Rosário Silva Junior.

Os presos são acusados de diversos crimes e estavam com os mandados de prisão preventiva, temporária e por condenação, expedidos pelo Juízo das Varas Especializada Criminal da Comarca de Várzea Grande, de Cuiabá, um expedido pela Justiça de Tapurah (433 km a Médio Norte).

Leia também:  Escola de Poxoréu é queimada em ato de vandalismo

Conforme o delegado de polícia, Nabor Fortunato Dias, as prisões foram cumpridas durante trabalho investigativo para apurar ilícitos penais, em que os policiais civis levantaram informações, conseguindo êxito, localizando os criminosos foragidos da Justiça.

“Um dos mandados foi cumprido na cidade do Poconé (104 km ao Sul), onde a equipe de investigadores da 2ª Delegacia de Polícia de Várzea Grande descobriu que o suspeito estava escondido”, destaca Nabor.

Participaram as ações a equipe de policiais, formada por Mario Marcio, Josué e Milton Pescara.

As prisões integram a operação “Actio Auctoritatis”, que visa fortalecer investigações roubos, furtos e tráfico de drogas. O trabalho está inserido no plano operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública, para os primeiros 100 dias de enfrentamento à criminalidade em Mato Grosso.

Leia também:  Homem é preso acusado de estuprar filha
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.