A Polícia Federal (PF) no Distrito Federal deflagrou na manhã de ontem (4) uma operação para desarticular um esquema criminoso de fraude tributária que pode ter causado prejuízo superior a R$ 300 milhões aos cofres públicos do DF. Ao todo, foram cumpridos na Operação Alerta sete mandados de busca e apreensão em nome de suspeitos de integrar a quadrilha, em cinco endereços residenciais e dois escritórios ligados à organização.

De acordo com a PF, o grupo entrava em contato com empresas que tinham dívidas tributárias e convenciam os empresários a “abater” os impostos não pagos à Receita por meio de compensação com créditos tributários de terceiros, prática não prevista na legislação tributária federal. 0505.

Leia também:  Esmeraldas são apreendidas pela PF e 10 pessoas presas por suspeita de corrupção

No final de janeiro, com o apoio da Receita Federal, a Polícia Federal desmontou esquema semelhante de fraude no Espírito Santo. Na ocasião, segundo dados da PF, foram identificados prejuízos aos cofres públicos de R$ 72 milhões, e dez pessoas foram levadas para prestar depoimento.

Para a PF, se o esquema criminoso ocorrer em outros estados, as cifras podem chegar a bilhões. De acordo com o órgão, o nome dado a operação pretende sensibilizar empresários para ficar atentos ao golpe e, com isso, evitar prejuízos às empresas e à Fazenda Nacional.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.