A Fórmula 1 tem sido palco de uma intensa briga de bastidores entre RBR e Renault. Depois de uma troca de acusações pelo mau desempenho do carro no GP da Austrália, a crise chegou ao GP da Malásia, que será disputado neste fim de semana. Desta vez, a Renault revelou a possibilidade de deixar o circo diante das críticas ao motor que vem sendo utilizado pela RBR.

A situação piorou com o amplo domínio da Mercedes nesse começo de temporada. Apesar de sinais de evolução durante os primeiros treinos na Malásia, o diretor da Renault Cyril Abiteboul demonstrou a intenção de tomar uma drástica atitude.

– Posso confirmar que estamos estudando uma série de opções, inclusive deixar a Fórmula 1. Honestamente, se a Fórmula 1 for tão ruim para a reputação da Renault, se continuarmos fracassando na atual competição, se o esporte não der o valor que a Renault vale.. Nós achamos que temos crédito no esporte, mas é preciso pensar sobre o que é preciso fazer. Por enquanto, o foco ainda é no motor – disse Cyril, em entrevista coletiva.

Leia também:  Alto Araguaia será representada por quatro tenistas na Copa das Federações em MG

A Renault fornece motores para a RBR, que já conquistou o título mundial, e sua parceira Toro Rosso. São seus únicos clientes depois da desistência da Caterham e da Lotus ter trocado seus motores para Mercedes.

Uma das possibilidades para a Renault seria voltar a ter equipe própria. No caso, o alvo seria a Toro Rosso.

– A equipe quer se estabelecer no futuro entre as cinco principais construtoras e ser comprado por um fabricante de motores seria exatamente o passo que a equipe precisa dar –  disse o diretor da Toro Rosso, Franz Tost.

A Renault ajudou a RBR a conquistar quatro títulos mundiais seguidos com o alemão Sebastian Vettel a partir de 2010. No entanto, com o novo motor V6 turbo híbrido lançado no ano passado não tem conseguido resultados. Depois do GP da Austrália, o relacionamento piorou.

Leia também:  Brasil dá show em Cuiabá e avança no Grand Prix

– Vamos deixar isso para trás. Não foi isso o que eu disse – comentou Cyril ao ser questionado sobre ter chamado o projetista da RBR, Adrian Newey, de mentiroso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.