As equipes masculina e feminina do São José Basquete ganharam folgas nas tabelas do NBB e da LBF, respectivamente, até o fim da próxima semana. Entre os homens, o período sem jogos foi comemorado. Poderão recuperar os atletas que desfalcaram o time nos últimos confrontos e se preparar para tentar a reabilitação no NBB. Já entre as mulheres, o intervalo nos jogos não caiu tão bem assim.

O descontentamento é porque a tabela da equipe na Liga de Basquete Feminino tem momentos extremos. Por exemplo: entre os dias 17 de janeiro e 7 de fevereiro, as joseenses fizeram nove jogos. Média de uma partida a cada 2,3 dias. Depois, ficaram duas semanas sem jogar. Na sequência, mais três partidas em seis dias. E, agora, um intervalo de duas semanas entre o último jogo e o próximo, marcado para o dia 14, contra Americana, fora de casa.

Leia também:  FMF confirma participação na Copa do Brasil de Seleções Estaduais Sub-20 da CBF

Para o técnico Carlos Lima, esses extremos da tabela não é bom. Por isso, traçou em conjunto com a comissão técnica e com as jogadoras uma forma de não perder o que já alcançaram.

– O ideal é você fazer uma preparação e jogar. Esses intervalos não são muito bons. Apesar de que estamos com a Plutin com uma lesão pequena, a Karina e a Ramona também. Então, por esse lado, é bom para elas se recuperarem. (…) Fizemos aquela sequência de jogos. Adquirimos um ritmo muito bom, entrosamento excelente. Acho que ficar parado 15 dias não é o ideal. Mas vamos superar. Vamos procurar treinamentos que simulem as situações reais de jogo, para que possamos estar bem e encerrar essa fase em uma boa colocação – comentou o treinador.

Leia também:  Após derrota, Luve tem desafio contra o Oeste

Os dois últimos compromissos desta fase de classificação acontecem nos dias 14 e 16 deste mês, contra Americana e Barretos, respectivamente, fora de casa. O São José é o terceiro colocado da LBF, com 28 pontos. Um a mais que Maranhão, em quarto lugar. Carlos Lima destaca a importância de vencer os dois últimos jogos para a equipe.

– Estamos em uma briga direta com Maranhão. Então, é importante estarmos classificados entre os quatro primeiros para ter essa vantagem. Lógico que a equipe entra em todos os jogos com o intuito de vencer. Essa é a nossa ideia. Terminar a fase de classificação com duas vitórias para começar o playoff forte – afirmou.

Leia também:  União faz resultado e fica com título no sub-19
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.