O município de Sorriso criou 369 postos de trabalho em janeiro deste ano. Os números estão no Cadastro Nacional de Empregado e Desempregados (Caged) e apontam que, no último mês, foram 1.197 contratações e 828 demissões, nos mais variados segmentos da economia. Apesar da alta, o saldo ficou abaixo do esperado, se comparado ao mesmo período do ano passado, quando 2.455 pessoas foram contratadas, 1.410 demitidas, gerando saldo de 1.045 postos de trabalho.

Os dados do Caged ainda mostram que o setor agropecuário “sustentou” a economia do município em janeiro, com saldo positivo de 276 contratações a mais. Foram 383 admissões e 107 desligamentos. O comércio vem em seguida, com 396 contratações, 252 demissões, gerando uma alta de 144 postos de trabalho. O setor de serviços admitiu 129 pessoas, demitiu 90 e ficou com saldo de 39. Outros setores da economia somados contrataram 1.197 funcionários e desligaram 828. O saldo foi de 369.

Leia também:  Preço do leite pago ao produtor sofre variação e cai em MT

Construção civil, por sua vez, seguindo uma tendência estadual, puxou a alta de demissões. Foram 175 admissões, 233 desligamentos, o que resultou na extinção de 58 postos de trabalho. Indústria de transformação aparece em seguida, com saldo negativo de 29 pessoas demitidas a mais, em decorrência de 113 contratações e 142 demissões. O setor de extrativismo mineral demitiu 4 funcionários, contratou apenas 1 e fechou com saldo de -3. Utilidade e Administração Pública não demitiram, nem contrataram no período.

No acumulado dos últimos 12 meses, foram contratados 21.582 pessoas, enquanto que 20.252 foram demitidas. O saldo no período foi positivo e registrou uma variação de 1.330.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.