Após 60 dias de governo e muita coisa ainda nem começou a andar, e pelo jeito podem nem terminar na gestão de Pedro Taques (PDT). Em um desses casos, estão as obras intermináveis do VLT, já que o secretário da Casa Civil, Paulo Taques, não descartou a possibilidade de que as obras do modal não sejam concluídas pelo governo do Estado.

“Não podemos temer o raciocínio de não terminarmos o VLT. Estão demonizando essa possibilidade. Nós temos que analisar todas as hipóteses e variáveis”, disse o secretário.

Segundo o Governo do Estado já foram pagos até o momento mais de R$ 1 bilhão pelo modal, que atualmente está com 50% do contrato executado, sendo este percentual variável conforme itens como trilhos, vagões, sistema e obras de mobilidade.

Leia também:  Antônio Joaquim volta a pensar em entrar na disputa

Um estudo encomendado pelo atual Governo irá apontar se deve ou não continuar com as obras, porém o que não se pode esquecer é que R$ 1 bilhão já foram investidos, saíram dos bolsos dos contribuintes e o que ninguém quer é que esse VLT caia naquele velho ditado ‘só pra inglês ver’.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.