joaquim nunes rochaO deputado Wilson Santos (PSDB) apresentou Projeto de Lei que denomina de Joaquim Nunes Rocha “Rochinha” o trecho da rodovia MT 130 entre as cidades de Poxoréo e Primavera do Leste. O projeto tem a finalidade de prestar justa homenagem ao grande líder político, que deixou um legado de realizações em prol da sociedade mato-grossense.

Natural de Tocantinópólis, interior do Maranhão, Rochinha morou em Poxoréo desde a infância. Advogado, promotor de justiça, professor, farmacêutico e pecuarista, teve destacada atuação no cenário político mato-grossense como vereador, vice-prefeito, prefeito por três vezes, deputado estadual em três legislaturas e deputado federal.

Antes de se tornar político, ficou conhecido na região de garimpos do antigo Leste de Mato Grosso, na década de 50, por ser um dos únicos farmacêuticos leigo da região, na farmácia Estrela. Foi um dos fundadores da extinta União Democrática Nacional (UDN) em Mato Grosso.

Leia também:  Governo atrasa salário de inativos e aposentados cobram posição da Justiça

Foi casado com dona Irantina Ribeiro Vilela Rocha – já falecida -, com a qual teve sete filhos: Lindberg, advogado e prefeito de Poxoréo por quatro mandatos, Louremberg, advogado, ex-deputado federal e ex-senador, Lindemberg, médico psiquiatra, Lindicey, psicóloga, Joaquim, pecuarista, Silvio, advogado e Benedito, psicólogo.

O ex-deputado Joaquim Nunes Rocha morreu aos 85 anos, em outubro de 2001.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.