O União está rebaixado para a Segunda Divisão do Campeonato Mato-grossense após ser punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso (TJD-MT) por ter escalado 10 jogadores irregulares na estreia do Campeonato Mato-grossense, quando venceu o Rondonópolis por 3 a 2. O colorado perdeu seis pontos e o clube vai pagar multa de R$ 200.

A denúncia que ocasionou o rebaixamento partiu do Dom Bosco que precisou entrar com duas ações para obter êxito. Na primeira, o departamento jurídico do Azulão da Colina cometeu erros no processo, mas voltou a formular a documentação que foi aceita pela Procuradoria do tribunal.

Após a punição o Cacerense volta à elite. Porém, uma denúncia do próprio União contra a Fera da Fronteira acusa que o time de Cáceres também teria escalado jogadores irregulares na estreia quando empatou com o Rondonópolis. Apesar disso, se for condenado, o Cacerense perderia quatro pontos e, mesmo assim, seguiria à frente do União, que agora tem apenas três pontos, contra oito do rival.

Leia também:  Preparador de goleiros lembra o dia em que Neymar enfrentou o União

DEFESA UNIÃO

A defesa do União afirma que não escalou nenhum atleta de forma irregular. O advogado Robie Bittencourt, disse que todo o elenco estava inscrito na CBF, conforme prevê o Regulamento Geral das Competições.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.