Vereadores e representantes do Rotativo durante a reunião - Foto: assessoria
Vereadores e representantes do Rotativo durante a reunião – Foto: assessoria

Atendendo a uma solicitação do vereador Ibrahim Zaher, a diretora de gestão do Rotativo Rondon, Bruna Catharina Sorrentino Pinto, e a diretora jurídica, Liz Ângela Brito Morina Vaz, participaram de uma reunião na Câmara de Vereadores, na tarde desta terça-feira (17).

O presidente da Casa, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, Fulô, abriu a reunião que serviu para tirar dúvidas sobre o funcionamento, cobrança, Postos de Vendas, treinamento de funcionários, direitos dos idosos e também sobre a questão dos 20 minutos de tolerância para estacionar na área central da cidade.

Todos os vereadores presentes à reunião, expressaram o reconhecimento pelas melhorias que o sistema rotativo trouxe para o trânsito no centro e também na organização das vagas e liberação de espaços, que os usuários dos serviços e do comércio dessa região têm depois da implantação do sistema.

Leia também:  Projeto prevê o plantio de árvores frutíferas em APP’s e terrenos baldios da cidade

Portanto, os vereadores aproveitaram para questionar sobre alguns pontos que cada um considera ainda pouco esclarecidos, depois de mais de dois meses de funcionamento.

Como principal questionamento, surgiu a dúvida sobre o direito a usufruir dos 20 minutos de tolerância. A diretora de gestão da empresa, Bruna Catharina, fez questão de lembrar que este quesito é exclusivo para Rondonópolis. “Nós acabamos fazendo uma adaptação nos equipamentos para atender à reivindicação da cidade, já que em outros lugares onde tem o sistema, não existe essa tolerância. Mas o que podemos oferecer ao usuário é o benefício para quem se utiliza do sistema de estacionamento via cartão, samartphone, web site ou mesmo a conta on line. Não podemos esquecer que o nosso espaço não tem um portão de entrada, igual a um shopping, por exemplo, por isso o controle só pode ser feito nessas formas de estacionamento”.

Leia também:  Parlamentares debatem situação do esgoto em Rondonópolis

Outra solicitação dos vereadores foi quanto ao número de vagas específicas para idosos e a localização delas, além do prazo de uma hora de estacionamento de graça. “Seguindo as normas, estamos com quase 5% do total de vagas marcadas especialmente para idosos. Essas vagas são, inclusive, estrategicamente localizadas perto dos Bancos”, explicou Drª Liz Ângela.

Mais uma reivindicação dos vereadores presentes, foi o treinamento dos funcionários que estão nas ruas, atendendo a população. Bruna Catharina disse que pela rotatividade de monitores, inclusive por causa do calor intenso em Rondonópolis, a empresa se dedica a treinar os funcionários semanalmente. “Temos uma equipe especialmente treinada para ensinar os monitores, tanto na questão operacional como também na questão da abordagem do usuário, já que estamos em processo de adaptação. O que podemos garantir é que nossa preocupação é atender cada vez melhor e a todos os cidadãos de Rondonópolis”.

Leia também:  Com a liberação de empenho, obras do Residencial Neuma de Moraes devem ser retomadas

Os vereadores Adonias Fernandes, Aristóteles Cadidé, Cidão do Povo, Cido Silva, Denilson Roberto Sodré Oliveira, Elton Mazette, Marcelo Marques, Milton Mutum, Reginaldo Santos, Reverendo Wilson José, Roni Magnani e Thiago Silva, participaram da reunião, solicitada pelo vereador Ibrahim Zaher e presidida pelo presidente da Casa, Fulô.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.