A compra do WhatsApp pelo Facebook por 16 bilhões de dólares levou o mercado financeiro mundial a desconfiar se o preço pago pelos direitos do app valeu a pena. Porém, dados divulgados hoje pelo site Venture Beat comprovaram que (pelo menos em termos de popularidade) a aposta de Zuckerberg foi certeira: o WhatsApp ultrapassou a marca de 1 bilhão de downloads no Google Play.

O serviço de mensagens, que foi criado em 2009 na Califórnia e atingiu o seu ápice em 2012, é o segundo aplicativo não desenvolvido pelo Google a alcançar esta respeitável meta. O primeiro é… adivinha? O próprio Facebook.

Já no chapéu de aplicativos desenvolvidos pelo Google que ultrapassaram a marca bilionária estão o Gmail, Google Maps e YouTube. Ou seja, Zuckerberg agora detém dois dos cinco aplicativos baixados mais de 1 bilhão de vezes em celulares rodando iOS e Android.

Leia também:  Mãe é investigada por tentar enviar recém-nascido enrolado em plástico para orfanato na China

Embora tenha atingido a marca, isso não significa que aplicativo esteja ativo em mais de 1 bilhão de dispositivos, já que os números não contabilizam as desinstalações do sistema. No início do ano, o WhatsApp divulgou que detém 700 milhões de usuários ativos no mundo todo e 70% desse montante utiliza o serviço todos os dias – ainda sim um número competitivo que por si só justifica o investimento bilionário de Zuckerberg.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.