Foto: assessoria
Foto: assessoria

Integrantes da bancada de Mato Grosso no Congresso se uniram ao vice-governador Carlos Fávaro, na tarde desta terça-feira (28/04), para buscar, junto ao vice-presidente de Governo do Banco do Brasil (BB), Valmir Campelo, a liberação de R$ 720 milhões para investimento em obras de infraestrutura no estado.

O valor corresponde a convênios assinados pela gestão anterior do governo de Mato Grosso junto ao banco. Deste total, R$ 470 milhões serão destinados para construção de pontes de concreto em rodovias e R$ 250 milhões para recuperação de estadas do estado. Eles integram os programas Pró-Concreto e Pró-Restauração.

O deputado Adilton Sachetti (PSB-MT) classificou a reunião como “proveitosa” e destacou a importância de se obter o financiamento do banco. “Esta foi uma reunião para sensibilizar o BB para as necessidades do nosso estado, para que torne realidade a liberação desses recursos tão importantes para a infraestrutura”, disse o parlamentar.

Leia também:  Prefeitura encaminha projeto à Câmara que prorroga Mutirão de Negociação Fiscal

Além de Sachetti, estiveram presentes os deputados Ezequiel Fonseca (PP-MT) e Victório Galli (PSC-MT) e o senado José Medeiros (PPS-MT). No encontro, o vice-governador de Mato Grosso fez uma apresentação de slides, onde apresentou os principais gargalos de infraestrutura.
“A liberação deste financiamento ajudará a melhorar a malha rodoviária, o que, consequentemente, aumentará a produtividade do estado”, destacou Fávaro. O vice-presidente do BB Valmir Campelo, por sua vez, afirmou que o banco está de “portas abertas” para ajudar Mato Grosso.

“A parceria do banco com o estado é saudável e queremos que ela continue”, assinalou. Campelo explicou que uma equipe técnica do BB foi colocada à disposição do governo de Mato Grosso para agilizar na liberação dos recursos.

Leia também:  Fabris se apresenta e nega ter cometido crime

A bancada e o vice-governador abordaram o financiamento para o programa MT Integrado, também voltado para investimento em infraestrutura de transportes no estado. O convênio, realizado junto ao BB e ao BNDES, previa a liberação de R$ 1,5 bilhão para obras rodoviárias. Deste total, o estado já teve aporte de cerca de R$ 700 milhões.

Segundo o vice-governador, Mato Grosso deve receber outros R$ 450 milhões este ano. O saldo restante seria pago em 2016. “Esse encontro com o vice-presidente do BB foi bastante positivo”, pontuou Fávaro. “Ele se mostrou empenhado em ajudar Mato Grosso, até pela importância do nosso estado”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.