Os aprovados no cadastro de reserva da Polícia Judiciária Civil (PJC) de Mato Grosso – MT estão apreensivos. Eles cobram através de um manifesto a convocação imediata da categoria.

Conforme um dos manifestantes que aguarda a convocação, Nilton Nunes, existem atualmente 600 policiais aprovados ocupando nesse momento a Academia de Polícia Judiciária Civil (ACADEPOL) que estará vazia em meados do mês de julho do ano corrente, sendo possível uma convocação logo após a liberação da Academia.

A abertura do edital foi em 18 de novembro de 2013, o concurso disponibilizou 600 vagas, sendo 150 para o cargo de Escrivão e 450 vagas para o cargo de investigadores e formação de Cadastro de Reserva. Atualmente 513 candidatos estão aptos a ingressar o curso de formação.

Leia também:  Mais de 4 mil pessoas já foram atendidas no projeto Sábado Social

No documento de manifesto, consta dados que comprovam que o quadro de servidores da PJC atualmente se encontra muito baixo do previsto e não acompanha o crescimento populacional e econômico do Estado e muito menos a demanda hoje existente.

 

Dados que constam no documento de manifestação apresentado pela categoria - Foto: reprodução
Dados que constam no documento de manifestação apresentado pela categoria – Foto: reprodução

“No lotacionograma recentemente publicado consta a existência de 4000 mil cargos para investigadores de polícia e 1200 cargos para escrivães de polícia, estes cargos por não estarem totalmente ocupados provoca agora uma defasagem de 48% no quadro funcional da PJC que tem trabalhado com menos da metade do que esta prevista para o cargo de investigador” trecho que consta no documento de manifestação.

 

Os manifestantes ainda ressaltam a grande necessidade da convocação imediata pelos crescentes casos de criminalidade no Estado. “E considerando às demandas de criminalidade que crescem de forma alarmante neste Estado e a aposentadoria dos investigadores e escrivães entre 2014 e 2015 (54 investigadores e 26 escrivães a menos ao número apresentado) essa necessidade por imperativo aumento de efetivo só aumenta” reforça o documento.

Leia também:  Detran paralisa atividades por 24h em Mato Grosso nesta quinta-feira (17)

O documento que cobra a convocação foi feito pela Associação do Cadastro de Reserva do Concurso Público da Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso (ACRCPJC).

ESTADO

Em resposta à categoria, o governo afirma que existe a necessidade da convocação dos aprovados, porém, o estado não pode fazer a admissão sem que a Lei de responsabilidade fiscal permita.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.