Não são só os remédios que combatem problemas de saúde. Alguns alimentos podem ajudar a controlá-los, quando aliados a uma dieta equilibrada. Sabia que suco de beterraba é indicado para quem tem pressão alta e que chocolate quente previne memória ruim? Confira detalhes dessas e de outras conclusões de estudos recentes, listadas pelo jornal Daily Mail:

Foto: Reprodução / Internet1 – Abacate

Indicação: colesterol alto
De acordo com um estudo recente do Avocado Council e publicado no Journal of the American Heart Association, consumir um abacate por dia como parte de uma dieta moderada em gordura (34% de calorias provenientes de gordura) pode ajudar a reduzir o colesterol. Apesar de o alimento ser rico em gordura, a maior parte é de gordura monoinsaturada ou “gordura boa”, que também auxilia na redução do risco de acidente vascular cerebral e ataque cardíaco, além de melhorar a saúde do coração de maneira geral.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

2 – Peixes oleosos

Indicação: redução do risco de artrite reumatoide
A artrite reumatoide é uma doença que causa inchaço, inflamação e rigidez nas articulações, e é mais comum entre pessoas com mais de 50 anos. A boa notícia é que pode-se reduzir o risco de contraí-la ao comer uma porção por semana de peixes oleosos, como salmão, truta, arenque, sardinha e atum, segundo um estudo para o Annals of Rheumatoid Diseases.

Leia também:  Confira 22 truques culinários que turbinam a saúde

A pesquisa analisou os hábitos de saúde de mulheres ao longo de mais de 15 anos. Constatou-se que aquelas que comiam regularmente pelo menos uma porção de peixe oleoso por semana tinham até 52% menos risco de desenvolver artrite quando comparadas com aqueles que comiam menos de uma porção por semana.

Divulgação3 – Suco de beterraba

Indicação: pressão alta
Tem pressão arterial elevada? De acordo com um estudo recente da Universidade de Londres , na Inglaterra, e financiado pela Fundação Britânica do Coração, apenas um copo de suco de beterraba por dia pode ajudar a reduzir o problema. A análise descobriu que os níveis elevados de nitratos na beterraba ajudam a relaxar e dilatar os vasos sanguíneos e, como resultado, reduzem a pressão arterial em pessoas com hipertensão. Se precisa de mais alguma razão para ingerir a iguaria, saiba que ainda contém muitos nutrientes e minerais, tais como o ácido fólico, manganês, zinco e vitamina B-6.

Foto: Reprodução / Internet4 – Amêndoas

Indicação: pressão alta e doenças cardíacas
As oleaginosas podem ser uma grande fonte de proteínas e gorduras boas, mas muitas pessoas as evitam por causa do alto teor calórico. Além de as amêndoas terem um dos conteúdos calóricos mais baixos entre as oleaginosas, um estudo da Universidade de Aston, no Reino Unido, descobriu que comer apenas 50 g do alimento por dia pode ajudar a reduzir a pressão arterial, melhorar o fluxo de sangue e, como resultado, poderia reduzir o risco de doenças do coração.

Leia também:  Certas profissões podem aumentar o risco de artrite reumatoide
Divulgação
Divulgação

5 – Chocolate quente

Indicação: prevenir a perda de memória e melhorar a saúde cardiovascular
Cientistas da Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, testaram a memória e habilidades de pensamento de 60 idosos antes e depois de um período de 30 dias em que beberam duas xícaras de chocolate quente por dia. Metade dos participantes consumiu cacau com níveis normais do antioxidante flavanol, enquanto o restante saboreou uma versão de baixo teor de flavanol. Constatou-se que as pessoas com o fluxo sanguíneo cerebral prejudicado apresentaram melhora da função de memória quando ingeriram cacau com maior teor de flavanol.

Fora isso, uma revisão de 42 ensaios e envolvendo 1,2 mil pacientes mostrou que o consumo de alguns dos flavanols encontrados no cacau pode ajudar a reduzir os níveis de insulina e os níveis do mau colesterol. Esses benefícios, quando combinados ao efeito de aumento do fluxo sanguíneo, podem ajudar a reduzir o risco ataques cardíacos e derrames. Vale lembrar que tudo isso é encontrado na versão amarga do chocolate.

Leia também:  Comer quando você deveria estar dormindo engorda ainda mais!
Foto: Stock.Xchng / Divulgação
Foto: Stock.Xchng / Divulgação

6 – Folhas verdes

Indicação: perda de peso
A gordura marrom, conhecida como gordura boa, pode ajudar o corpo a queimar gordura em vez de armazená-la. Um estudo sobre nitratos, presentes em folhas verdes, mostrou que eles podem ajudar a converter células de gordura branca em células que são muito semelhantes às de gordura marrom. Alie o consumo de folhas verdes a caminhadas ao ar livre em dias mais frios, que também colaboram com a gordura marrom.

mingau7 – Mingau de aveia

Indicação: redução do risco de diabetes
Segundo pesquisas, o mingau de aveia pode ajudar na estabilização dos níveis de açúcar no sangue. Também é uma grande fonte de magnésio, um mineral que ajuda a regular os níveis de insulina e glicose. Um estudo indicou que combinar o mingau de aveia com leite de baixo teor de gordura pode auxiliar na redução do risco de diabetes, só não vale colocar açúcar.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.