Foto: assessoria
Foto: assessoria

Os deputados Adilton Sachetti (PSB-MT), Nilson Leitão (PSDB-MT) e Ságuas Moraes (PT-MT) se reuniram com o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, esta terça-feira (31/03), para discutir a construção de um batalhão em Sinop, no norte de Mato Grosso.

Os parlamentares levaram ao conhecimento do comandante uma emenda de R$ 16 milhões -apresentada pela bancada de Mato Grosso e incluída na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2015 – para viabilizar a instalação militar no estado.

“Sinop é um pólo de referência no norte mato-grossense. Vemos com interesse a possibilidade de se fixar ali um posto do Exército, com objetivo de garantir a soberania brasileira na região”, explica Sachetti.

Leia também:  Agricultores Familiares pede contorno na BR-364 próximo à Escola São Vicente.

O projeto para construção do batalhão vem sendo desenvolvido pelo Exército há pelo menos três anos. Porém, até o momento o Executivo não liberou recursos para o início das obras.

No encontro, os parlamentares realizaram um convite ao comandante do Exército para conhecer o local em Sinop onde se pretende construir o batalhão.

Villas Bôas destacou a importância da instalação para o desenvolvimento da região amazônica, cujo bioma está presente em quase metade do território do estado.

“Sem desenvolvimento não se salva a Amazônia. Este é o primeiro passo para se preservar a região”, assinalou o general. A data da visita de Villas Bôas a Sinop ainda não foi definida.

Na reunião, o comandante confirmou aos parlamentares presença na sessão solene da Câmara dos Deputados que homenageará o marechal Cândido Rondon. O evento foi marcado para 5 de maio, data do aniversário do militar e sertanista brasileiro.

Leia também:  Thiago Silva entrega certificados do curso de Gestão Pública da FUG para estudantes

Rondon teve uma participação fundamental na ocupação do interior do Brasil. Ele atuou na construção de linhas telegráficas no Centro-Oeste, abrindo estradas, desbravando terras e estabelecendo relações cordiais com os índios.

Rondon recebeu uma grande homenagem quando de rebatizou o território do Guaporé, em 1956, que passou então a se chamar Estado de Rondônia. Ele também é considerado o patrono das telecomunicações no Brasil.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.