Luis Carlos da Costa no juri - Foto: Reprodução
Luis Carlos da Costa no juri – Foto: Reprodução

Acaba de ser julgado no Tribunal do Júri de Rondonópolis o empresário Luís Carlos da Costa, 48 anos, que matou a namorada, Rosana Sebastiana de Oliveira, 24 anos, a facadas em outubro de 2013. Ele foi condenado há 12 anos de prisão em regime fechado.

Familiares e amigos da vítima chegaram a fazer um protesto na manhã desta segunda-feira (27) em frente ao local pedindo justiça a pena máxima de 19 anos, fato que não ocorreu.

O CRIME

Na noite de 16 de outubro, o próprio suspeito avisou a polícia do que havia ocorrido. Ele afirmou que ele e a namorada se desentenderam e começaram uma luta corporal, foi quando o mesmo pegou a arma e a esfaqueou.

Leia também:  Itiquira | Polícia fecha 'boca de fumo' comandada por suspeito de Rondonópolis

Após o crime Luiz Carlos ligou para a polícia, avisou que havia matado a namorada e que ela estaria dentro da empresa. Ele afirmou ainda que a porta estava trancada e que ele havia deixado a chave no buraco do ar- condicionado e que depois iria se entregar.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.