Já está alinhada a primeira apresentação do pessoal do Projeto Teatro é Social, ofertado pela Prefeitura de Jaciara através da Secretaria Municipal de Gestão Social. A peça, escrita e dirigida pelo produtor cultural Vinicius Moura, promete muitas emoções e surpresas ao público presente que estará nas comemorações na semana do Dia das Mães.

Vinicius Moura revela que o espetáculo “Coração de Pano” é em homenagem a elas, a todas as mães jaciarenses, a qual conta a história de Dona Dulce, mulher simples que trabalha em casa lavando e passando para famílias ricas. Uma das filhas, Maria das Graças, não aceita a condição social em que vivem, admite ter vergonha de ser filha de uma lavadeira. Ambiciosa, ela mente para todos dizendo que sua mãe já morreu e que mora com uma tia muito rica. Ela oculta o próprio nome e se diz chamar Mary Grace.

Leia também:  Jaciara | Homem é preso por receptação de carga roubada de caminhão em Rondonópolis

“Em contraponto teremos uma família bem sucedida tendo como Vivian Albuquerque e sua filha Isabella vivendo o outro lado da moeda. Os destinos dessas duas famílias vão se cruzar provocando uma catarse para o desfecho da história”, revela Moura.

Além disso, Vinicius adianta que daremos boas risadas, com a figura da empregada Dandara e sua filha Chayeneque, que tenta se passar por gringa, falsificando sua identidade, quando na verdade mãe e filha são duas nordestinas arretadas. E é claro, o que não pode faltar o suspense, para o qual acontecerá um acidente na trama que pode transformar a vida dos protagonistas da história.

O Projeto

O primeiro ensaio com as marcações de palco feito pelo pessoal do “Teatro é Social” aconteceu na tarde de quinta-feira (10), no Anfiteatro Municipal, onde contou a presença da madrinha e incentivadora do projeto, a secretária de Gestão Social Elizabete Oliveira de Lima.

Leia também:  Jaciara | Prefeito reduz o próprio salário, da vice, secretários e comissionados para fechar o ano no azul

Segundo Elizabete de Lima, as oficinas do “Teatro é Social” está seguindo o mesmo padrão implantado no ano passado com o projeto “Teatro e Literatura”, implantando na gestão dela quando ainda estava responsável pela rede municipal de Educação, o qual foi sucesso tanto na apresentação quanto ao número de público. Ao todo foram encenadas três peças.

“Os nossos pequenos atores passaram da teoria à prática, realizaram o teste para saber quem iria dar vida a cada personagem e hoje já estão no palco. É gratificante ver a evolução dessa meninada que já estão com o texto na ponta da língua e o friozinho na barriga na espera do grande dia” frisa Elizabete.

Leia também:  Jaciara | Prefeito reduz o próprio salário, da vice, secretários e comissionados para fechar o ano no azul

O diretor do espetáculo destaca que teatro também é social, teatro é inclusão, teatro não divide, teatro uni. Teatro é país de língua universal, teatro instrui, restitui, revela e ensina.

“Teatro forma personalidade e encoraja, estimula e nos habilita deliciosamente a sonhar, o teatro revela a indiferença de um ser humano para outro, porque ali, no palco é uma comunicação de emoção pra emoção, sentimentos inerentes a todos nós”, finaliza Vinicius Moura

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.