Após o presidente estadual do PDT, deputado Zeca Viana, adotar posição contrária ao governador Pedro Taques (PDT), o gestor estaria incomodado no Partido e disposto a deixar a sigla. Viana desde que não conseguiu o apoio de Taques para se eleger a presidência da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (leia aqui), passou de aliado a oposição ao Governo.

De acordo com uma fonte da Coluna BASTIDORES, o governador já até marcou uma reunião para a próxima semana com o presidente nacional do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Carlos Lupi, para decidir se permanece ou se deixa o PDT.

Com todo esse ‘burburinho’, Taques tem sido assediado por vários partidos, entre eles, o PSDB, PSB e PPS, afinal ter o governador de Mato Grosso na legenda significa mais poder e prestígio político.

Leia também:  STF anula provas contra Valtenir
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.