O governador Pedro Taques sancionou nesta quinta-feira (02.03) a Lei 10.273 que estabelece 2015 como o ano do Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, considerado como o Patrono das Comunicações no Brasil. A lei se dá em razão da comemoração dos 150 anos de Rondon, que nasceu em 05 de maio de 1865.

O Governo do Estado prepara uma série de ações para comemorar os 150 anos deste mato-grossense que ainda hoje é referência devido a grandiosidade de suas ações, levando também em consideração o decreto nº 42, que institui 2015 como o Ano dos 150 Anos de Nascimento do Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon.

Já no primeiro mês de gestão, o governador Pedro Taques determinou ao secretário de Cidades, Eduardo Chiletto que as obras do Memorial Rondon, fossem retomadas com urgência, afim de receber, no dia 05 de maio, os eventos comemorativos pela data.

Leia também:  Pecuaristas iniciam setembro mais otimistas em MT

Por determinação do governador Pedro Taques, um grupo de estudo foi criado, sob a coordenação da Casa Civil para elaborar um calendário com eventos que devem acontecer ao longo de um ano das comemorações. Com obras em pleno vapor, o governo trabalha com a possibilidade do memorial receber os eventos comemorativos do próximo dia 05 de maio.

A expectativa é que a estrutura tenha recebido o piso permanente e a cobertura. A conclusão final dos trabalhos ainda deve levar um tempo por conta do levantamento a cerca do material desenvolvido por Rondon que devem estar disponíveis aos visitantes do memorial.

No início do ano letivo o Governo do Estado, por meio da secretaria de Educação (Seduc), lançou um concurso de redação com o tema “Rondon: De Sertanista Sonhador a Desbravador de Fronteiras”, tem como público os alunos da rede estadual. Os primeiros colocados receberão premiação em uma cerimônia no Palácio Paiaguás com certificados, medalhas, um notebook, um tablet e um kit multimídia, divididos nas diferentes categorias.

Leia também:  Cirurgias da Caravana da Transformação são prorrogadas até sábado (12)

Todas as ações desenvolvidas pelo Estado levam o selo desenvolvido pelo Gabinete de Comunicação (Gcom). A expectativa é de que em maio o selo esteja disponível para comercialização nas agências dos Correios.

Gibi

A vida e história de Rondon serão eternizadas nas histórias em quadrinhos desenvolvidas por Maurício de Souza, criador da “Turma da Mônica”. O projeto consiste em criar e distribuir gratuitamente nas escolas da rede pública livros e gibis que contem “as aventuras” do Marechal de forma leve e divertida, com foco nos alunos com idade entre 06 a 12 anos.

O trabalho inclui material e capacitação para os professores da rede pública, para que os profissionais aprofundem o conhecimento sobre Rondon e utilizem o conteúdo de maneira criativa. A meta é começar a trabalhar o material nas escolas no segundo semestre deste ano.

Leia também:  Embriaguez e velocidade apontam 80% dos acidentes de trânsito

A primeira reunião de trabalho entre o secretário de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, Leandro Carvalho, e o criador da Turma da Mônica foi no último fim de semana, em São Paulo. A proposta foi bem recebida pelo Instituto Mauricio de Sousa, que já possui trabalhos semelhantes com foco em educação e cidadania. “Eles aprovaram a ideia porque compreendem a importância de valorizar o legado de pessoas que contribuíram com a história do Brasil, como Marechal Rondon”, disse o secretário.

Até 05 de maio de 2016 serão promovidas atividades em alusão à vida e realizações deste importante mato-grossense.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.