Lewis Hamilton revelou os segredos por trás de suas muitas tatuagens e o estresse por trás de sua preparação física para pilotar o carro da Mercedes. O britânico, que estrela a capa da edição britânica da revista “Men’s Health”, onde aborda esses assuntos, revelou também que se incomoda com a exclusão dos pilotos de F-1 da categoria de atletas de elite.

– Eu sou um atleta, mas as pessoas não costumam enxergar isso na Fórmula 1. A sua frequência cardíaca fica entre 150 e 160 (batimentos por minuto) durante toda corrida. Nas voltas de classificação pode chegar a 180, 190 – disse Hamilton.

O atual campeão da F-1 falou também sobre sua luta para se manter no peso ideal para pilotar os carros da Mercedes.

Leia também:  MT | Inscrições para Circuito Estadual de Tênis encerram nesta segunda

– Há um certo limite de peso, dependendo de quão pesado o carro é. Ano passado precisei perder seis quilos, fui de 73kg para 67kg. Foi muito difícil; eu não tinha muito o que perder. Então treinei muito – contou o atual líder da F-1.

Religioso e muito ligado à família, Hamilton revelou também o significado das muitas tatuagens que tem pelo corpo. Entre as imagens sagradas que o britânico tem gravadas estão a Pietà – famosa escultura de Michelangelo que retrata Maria segurando Jesus após ele ter sido crucificado – em seu ombro, e um Sagrado Coração no braço. No outro ombro, a palavra “família”: “É tudo para mim”.

Leia também:  Adversário do União aposta em retrospecto do Mineiro, no Pato Loco e em ex-meia do Santos

– Toda significam alguma coisa. Minha fé é muito forte, então quis ter algumas imagens religiosas. A bússola no meu peito está lá porque a igreja é minha bússola – revelou o inglês.

Nas costas, outra tatuagem chama atenção. De ombro a ombro tem escrito “Still I Rise” (“Sempre me levanto”, em tradução livre), acompanhada de uma imensa cruz com asas que desce até a lombar. A frase de superação é uma referência a uma música do rapper Tupac, inspirada em um poema Maya Angelou: “Supere tudo, não importa o que a vida joga em você”. Por falar em rap, fã de música, Hamilton também tem notas musicais espalhadas pelo corpo. Religião, família e música, a trinca que move Hamilton.

Leia também:  Técnico do União lamenta: “Dava para ir mais longe”

Atual campeão da Fórmula 1, Hamilton lidera a temporada 2015 da categoria com uma vitória e um segundo lugar nas duas provas. Segundo o próprio piloto, o acordo com a Mercedes para a renovação de contrato está “99,6% completo”. A próxima etapa da F-1 acontece no dia 12, na China.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.