O presidente francês, François Hollande (E), e o primeiro-ministro australiano, Tony Abbot, debateram o assunto em encontro - Foto: Stephane de Sakutin / AFP
O presidente francês, François Hollande (E), e o primeiro-ministro australiano, Tony Abbot, debateram o assunto em encontro – Foto: Stephane de Sakutin / AFP

França e Austrália reiteraram nesta segunda-feira (27) a oposição à pena de morte sob qualquer circunstância, no momento em que três cidadãos dos dois países estão, ao lado de outros seis estrangeiros, no corredor da morte na Indonésia.

Durante uma reunião em Paris, o presidente francês, François Hollande, e o primeiro-ministro australiano, Tony Abbot, “recordaram que França e Austrália compartilham o mesmo apego aos direitos humanos e condenam o recurso à pena de morte sob qualquer circunstância”, afirma um comunicado.

CASO
Um francês e dois australianos foram condenados à pena de morte por tráfico de drogas, ao lado de outros seis estrangeiros, entre eles o brasileiro Rodrigo Gularte, uma filipina e quatro nigerianos. O governo da Indonésia notificou os condenados, com exceção do francês, que a execução é iminente.

Leia também:  Homem é preso por pintar sinalização de avenida na China
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.