A má fase de Bruno Soares parece estar perto de ir embora. Sem conquistar um título desde agosto, o que é o maior jejum dele em cinco anos, o mineiro optou por jogar essa semana com o compatriota Marcelo Melo, já que ambos ficaram sem seus respectivos parceiros habituais, Alexander Peya e Ivan Dodig, respectivamente. Nesta terça-feira, os brasileiros derrotaram os americanos Ryan Harrison e Rajeev Ram por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 5/7 e 10/8, alcançando a semifinal do Masters 1000 de Miami.

Na próxima fase, os brasileiros enfrentam o canadense Vasek Pospisil e o americano Jack Sock, que são cabeça de chave número 2 do torneio. Do outro lado da chave, ainda estão na disputa pelo título os americanos Bob e Mike Bryan, que lideram o ranking mundial, além de John Isner e Sam Querrey, dois dos melhores sacadores do mundo.

Leia também:  Circuito de Tênis começa nesta quarta em Cuiabá

Melo e Soares estiveram sempre com maior probabilidade de quebra do serviço do adversário. Só no primeiro set foram seis chances, cinco delas salvas pelos rivais. A quebra de saque veio no quarto game, quando os brasileiros fizeram 3/1 e mantiveram a vantagem para liquidar a parcial. No segundo set, o jogo seguiu parecido. Enquanto os brasileiros confirmavam o saque sem grandes dificuldades, os americanos penavam. Mas quem quebrou o saque no set foram exatamente os americanos, que fecharam a parcial na primeira chance que tiveram: 7/5.

No super tie-break, o set desempate que vai até 10 pontos, os brasileiros abriram vantagem no 6/3, quando conseguiram ganhar dois pontos no saque de Harrison. No fim, 10/8 e a vaga brasileira na semifinal.

Leia também:  1º Campeonato de Futebol Amador está com inscrições abertas até segunda
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.