O mais famoso esporte individual do mundo se tornará coletivo nesta semana. Capital das Bahamas, Nassau vai ser palco, a partir de sexta-feira, da segunda edição de uma competição inovadora e diferente: o Mundial de Revezamentos. São oito vagas olímpicas em cada uma das provas – 4x100m e 4x400m masculino e feminino. Serão realizadas ainda outras seis provas que não estão no programa olímpico: 4x200m, 4x800m e a inovadora prova de revezamento medley. Usain Bolt, que não correu a competição no ano passado, é o grande astro do torneio e deve estar inscrito no 4x100m e 4x200m.

Um país de apenas 13 mil quilômetros quadrados, com pouco mais de 300 mil habitantes é uma das potencias nas provas de velocidade. Localizada no Caribe, as Bahamas já conquistaram oito medalhas olímpicas em provas de velocidade, e são os atuais campeões do revezamento 4x400m masculino. A expectativa é que a torcida lote o estádio.

ATLETISMO E CARNAVAL

A Federação Internacional escolheu como sede um local paradisíaco no meio do Caribe. As Bahamas são constituídas por mais de 3000 ilhas. Além de ter tradição no atletismo, o local é famoso por praias incríveis e clima quente. A cultura das Bahamas também faz parte do ambiente do Mundial. Durante a competição, performances típicas são comuns e, no ano passado, animaram atletas e espectadores. Corredora do time de 4x1500m do Quênia, Hellen Obiri disse que a música local a inspirou. A festa faz referência ao Junkanoo, conhecido como ”Carnaval das Bahamas”.

ATLETISMO OU NATAÇÃO?

O famoso revezamento medley acontece nas piscinas, não nas pistas. Na natação, a prova conta com um nadador de cada estilo: costas, peito, borboleta e livre. No atletismo, o revezamento medley é disputado com corredores fazendo distâncias diferentes. O primeiro a entrar em ação corre 1.200 metros, ou três voltas na pista, o segundo percorre 400 metros, o terceiro 800 metros e o último, 1.600 metros. Soma-se uma distância total de quatro quilômetros.Importante ressaltar, porém, que a prova não é disputada em Jogos Olímpicos.

Leia também:  Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro

ESTADOS UNIDOS OU JAMAICA

O revezamento 4x100m masculino é uma das provas mais tradicionais do atletismo e, com certeza, será a grande disputa do Mundial de Revezamentos. Se ninguém derrubar o bastão, Estados Unidos e Jamaica ficarão nas duas primeiras posições, não necessariamente nesta ordem.

Os melhores vinte tempos da história da prova são ou de Jamaica ou dos Estados Unidos, sete dos caribenhos e 13 dos americanos.

recordes na primeira edição

Na edição do ano passado, três recordes mundiais  de revezamento foram quebrados. Nos 4x1500m, os times quenianos conseguiram a façanha na disputa feminina  (16m33s58) e masculina (14m22s22).

Os jamaicanos também estipularam um novo recorde no 4x200m masculino (1m18s63). A marca é relevante, uma vez que equivale a 9s83 a cada 100m corridos.

tudo dominado no 4×400?

Se tem algum país que manda na prova do revezamento 4x400m masculino, é os Estados Unidos. Os americanos são donos dos oito melhores tempos da história da prova. Além disso, são 16 medalhas de ouro em Jogos Olímpicos. Mas, o título no Mundial das Bahamas está longe de estar garantido. Os donos da casa são os atuais campeões das Olimpíadas e a briga americana será também contra a torcida, que promete lotar o Estádio Thomas Robinson.

Leia também:  Brasil começa a Copa enfrentando Suíça, Costa Rica e Sérvia

RAIO NAS BAHAMAS

No ano passado, Usain Bolt não participou na primeira edição do evento. Em 2015, no entanto, ele é o destaque do poderoso time jamaicano na competição. Provavelmente, o recordista mundial correrá nas distâncias 4x100m e 4x200m. O Raio deve chegar mordido, já que não conseguiu correr boas marcas ainda nesta temporada.

Bolt esteve no Rio de Janeiro há duas semanas para um Desafio internacional, venceu a prova com 10s12, mas saiu insatisfeito com a marca obtida.

VALE VAGA OLÍMPICA

O objetivo principal dos quatro times brasileiros no Mundial de Revezamentos é classificar para os Jogos Olímpicos de 2016. Ficou determinado que as oito equipes que se classificarem para as finais ”A” do 4x400m e 4x100m asseguram as vagas. No entanto, é obrigatório que os finalistas completem a disputa decisiva. Caso contrário, o time mais bem colocado da final ”B” herda a vaga.

BRASIL COM QUATRO TIMES

Quatro times brasileiros vão correr o Mundial de Revezamentos em 2015, no 4x100m e 4x400m, tanto feminino quanto masculino. Ao todo, foram convocados 24 atletas. No ano passado, o melhor resultado obtido pelo país foi o quarto lugar dos homens no 4x100m. Os atletas passaram mais de um mês em campings de treinamento e competições nos Estados Unidos. Além da vaga olímpica, as equipes buscam melhor recordes nacionais e beliscar lugares em pódios. Confira a lista de convocados.

Leia também:  Público reage e evita prejuízo para o União

E SE O BASTÃO CAIR?

Muitas provas de revezamentos são decididas nos centésimos ganhos a cada troca de bastão. No 4x100m, disputa mais tradicional por equipes do atletismo, os atletas têm um espaço de 20 metros para passarem o objeto. Se o bastão cair, somente o atleta que derrubou pode voltar e pegá-lo. Em uma prova rápida como o 4x100m, é impossível se recuperar. Mas, em disputas mais longas, como o 4x800m ou 4x1500m, o tempo perdido não é tão precioso.

No Mundial de 2013, a seleção feminina estava na segunda posição quando, na passagem de Franciela Krasucki para Vanda Gomes, o bastão caiu e a equipe acabou desclassificada.

Programação do Mundial de Revezamentos (horários de Brasília)
2 de maio – sábado
20:00 – 4x400m masculino (eliminatória)
20:29 – 4x200m feminino (eliminatória)
20h56 –  4x100m masculino (eliminatória)
21:09 – 4x800m masculino (final)
21:32 – 4x400m feminino (eliminatória)
22:02 – Distância Medley feminino (final)
22:29 – 4x100m masculino (final B)
22:36 – 4x200m feminino (final)
22:52: 4x100m masculino (final)
3 de maio – domingo
20:00 – 4x200m masculino (eliminatória)
20h16 – 4x100m feminino (eliminatória)
20h39 – 4x800m feminino (final)
21:02 – 4x400m feminino (final B)
21:12 – 4x400m feminino (final)
21:31- distância medley feminino (final)
21:57 –  4x400m masculino  (final B)
22:06 – 4x200m masculino (final)
22:23 – 4x100m feminino (final B)
22:30 – 4x100m feminino (final)

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.