O casal namorava há quase três anos - Foto: reprodução
O casal namorava há quase três anos – Foto: reprodução

O policial militar Alexsandro Moreira de Oliveira foi baleado em uma residência particular no bairro Jardim Independência, em Cuiabá (215 Km de Rondonópolis), na manhã de ontem (05). O crime foi realizado pela namorada, a servidora pública Ellen Gonçalves Santana, de 35 anos, que confessou o caso alegando que o disparado foi de forma acidental. A bala atingiu o lado direito da face e saiu pelo maxilar esquerdo da vítima. As informações são da Polícia Civil (PC).

De acordo com informações, a arma utilizada foi uma pistola ponto 40, que pertence à vítima. O policial e a namorada foram até a casa, que pertence à mãe do PM, para passar o fim de semana. Segundo investigadores da PC, a mulher disse à polícia que atirou no policial ‘no susto’, após ele ter mordido o pé dela, quando estava deitada em um banco perto da piscina da residência. A namorada disse também que costumava guardar a arma do policial dentro da bolsa, a pedido dele.

Leia também:  Homem é assassinado com tiro na cabeça e criança de 2 anos também é atingida

Ainda conforme informações, existem versões diferentes sobre o caso. Testemunhas informaram à PC, que após o disparo, a mulher gritou dizendo que o policial tinha cometido suicídio. Hipótese descartada pelos investigadores, já que não havia resíduo de pólvora no rosto do policial, indicando que o tiro não foi disparado à queima-roupa, afirmou a PJC.

O policial que estava lotado na Casa Militar de Mato Grosso está internado em um hospital particular de Cuiabá. O estado de saúde dele não foi informado.

A suspeita foi autuada em flagrante pelo crime de tentativa de homicídio e foi conduzida para a Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá. O caso é tratado como tentativa de homicídio culposo (sem intenção de matar).

Leia também:  Jovem é baleado e morto dentro de bar em Paranatinga

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.