Felipe Nasr estreou na atual temporada na F-1. O piloto da Sauber é mais um brasileiro na principal categoria do automobilismo. Mas isso não teria sido possível sem a contribuição de um outro piloto. Trata-se do finlandês Kimi Raikkonen. Em entrevista ao canal “F1 Latin America”, Nasr revelou que o campeão de 2007 o ajudou financeiramente para que ele desse prosseguimento a sua carreira quando a situação apertou.

– Kimi é uma das pessoas que colocou dinheiro na minha carreira quando a minha família não podia mais bancar – disse o brasileiro de 22 anos.

O empresário de Nasr, Steve Robertson, é o mesmo do finlandês. O brasileiro correu na F-3 Britânica defendendo a “Double R”, equipe fundada por Raikkonen e Steve em 2010. No ano seguinte, defendeu a Carlin na mesma categoria, e estreou na GP2 em 2012, pela Dams.

Leia também:  Dom Bosco marca jogo para às 9h no domingo pela Copa FMF

Nos dois primeiros GPs da F-1 em 2015, Nasr se envolveu em toques com Kimi na primeira volta. Em Melbourne, o “Homem de Gelo” perdeu posições. Em Sepang, os problemas foram maiores: o pneu traseiro esquerdo da Ferrari de Kimi furou, e a asa dianteira da Sauber de Nasr quebrou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.