Dana White afirmou, recentemente, que não acreditava mais no retorno de Georges Saint Pierre, ex-campeão do peso-meio-médio, ao UFC. O canadense, porém, declarou na quarta-feira, em entrevista ao “The Winnipeg Sun”, que está pensando voltar à ativa. Apesar de não passar de uma possibilidade, GSP reforçou que está bem fisicamente.

– Ele (Dana) diz que tem certeza de que não irei voltar. Essa é a opinião dele. Eu treino e me mantenho em forma. Tenho marcas no meu corpo porque o machuco facilmente, treino forte. Isso não quer dizer que estou voltando, mas não quer dizer que não estou voltando. Estou pensando nisso – declarou GSP, ressaltando que possui uma boa relação com o presidente da organização.

Leia também:  Luve vence fora de casa e escapa da degola

– Dana sempre faz o que é bom pelo lado dos negócios. Eu nunca estive aborrecido com ele, pelo contrário, ele tinha um bom motivo para dizer que, para voltar, você tem que estar faminto.

Enquanto não decide seu futuro, o lutador exercita seu lado torcedor ao acompanhar Rory MacDonald, seu compatriota e parceiro de equipe. GSP espera que “Red King” supere Robbie Lawler no UFC 189, dia 11 de julho, e conquiste o cinturão que foi seu durante longo reinado.

– O que me daria mais prazer é ver Rory conquistando o título. Sinto como se eu conseguisse algo novo. Meu dever é ajudá-lo. Agora, estou onde estou e, se tiver de ter um fim, terminei no topo. Eu sempre quero voltar. Estalaria meus dedos e não seria tão difícil voltar à forma de luta.

Leia também:  Copa Federação pode ter jogos às segundas

GSP não atua desde novembro de 2013, quando venceu Johny Hendricks por decisão dividida dos jurados, no UFC 167. Dias depois do duelo, o canadense anunciou que estava abrindo mão do cinturão pois deixaria o esporte de lado por tempo indeterminado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.