Sessão ordinária - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Sessão ordinária – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Cinco dos onze vereadores da Câmara Municipal de Poxoréu, pretendem novamente abandonar a sessão ordinária legislativa se as reivindicações deles não forem atendidas. A atitude é um reflexo da insatisfação com a situação que a prefeita Jane Maria Sanches Lopes (PSD) atravessa no município. Os parlamentares pedem mais atenção do Poder Executivo, com a Casa de Leis e com a população.

De acordo com o vereador Fernando Alves, popular Fernandinho (PSD), a sessão de hoje (13), acontecerá normalmente, mas para as próximas eles pretendem não participar.

“Há quase três meses o Paço não envia os balancetes (documento demonstrativo relacionado ao movimento financeiro da Prefeitura) para a Câmara, além disso, eles não atendem nossas indicações. A cidade está um abandono total”, completou o parlamentar.

Leia também:  Daltinho deve abrir guerra contra Pátio, por comando do Solidariedade

A última sessão realizada no dia 6 deste mês, teve que ser suspensa, devido falta de coro parlamentar. Os vereadores Antonio Carlos Ramos neto (PDT), Aguinaldo Santos (PMDB), Jucelio Oliveira (DEM), Adao Mauricio (PR) e Fernandinho (PSD), deixaram a sessão como protesto.

“Se caso a Prefeitura não atender os anseios da população, vamos novamente cruzar os braços para protestar. Não podemos continuar da forma que está”, concluiu Aguinaldo Santos.

CASA DE LEIS

Para o presidente da Câmara, vereador Carlos Antônio do Carmo, popular Mineiro (PR), a sessão passada foi encerrada devido à falta de coro parlamentar.

“Acatamos a decisão dos vereadores, mas vamos tentar resolver isso de outra maneira. Estamos à disposição para dialogar em favor do município”, disse.

Leia também:  Prefeitura e Unemat assinam convênio para o funcionamento da instituição em Rondonópolis

PREFEITURA

Já o assessor de imprensa da Prefeitura, Reinaldo Sol, criticou a atitude dos vereadores. Para ele a ação é retroativa.

“A prefeitura tem trabalhado, mas esse tipo de atitude é inaceitável, já que atrapalha e trava ainda mais o Executivo”, disparou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.