Os brasilienses que dependem do transporte público enfrentam transtornos nesta manhã de quarta-feira (15/4). Segundo o Sindicato dos Rodoviários, cinco empresas, Urbe, Piracicabana, Marechal, Pioneira e São José, ficaram sem operar até as 6h. O serviço só foi normalizado após às 7h.

A paralisação da categoria é um protesto contra o projeto de lei 4.330 sobre a terceirização. Uma das emendas do projeto foi aprovada na noite dessa terça-feira (14/4) pela Câmara dos Deputados.

Leia também:  Prazo para renovar contratos do Fies é prorrogado para 10 de maio

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.