Há cinco meses com o cinturão interino dos pesos-pesados do UFC, Fabrício Werdum terá a chance de unificar o título no dia 13 de junho, quando enfrenta o campeão regular Cain Velásquez, no UFC 188. Para Javier Mendez, técnico do americano, no entanto, o brasileiro não terá sucesso em seu objetivo e sofrerá mais do que Junior Cigano, derrotado em duas oportunidades.

“Cain não vai perder. Ele está indo muito bem, está ótimo fisicamente, mentalmente, tudo está ótimo. O objetivo é que ele quer entrar lá para deixar a sua marca e eu vou dizer que ele vai entrar lá e vai fazer isso nessa luta. Cain vai mostrar a todo mundo porque é o melhor. Sendo sincero com você, Werdum será destruído. Essa é a forma como eu olho para esse duelo, e o Cain olha para essa luta do mesmo jeito que eu. Ou nós iremos pará-lo ou iremos machucá-lo muito. Ele vai levar uma surra maior do que o Cigano se chegar até o quinto round. Isso é fato”, afirmou o treinador da American Kickboxing Academy (AKA) ao site “MMA Fighting”.

Leia também:  União empata com o Luziânia

O combate entre Velásquez e Werdum era para ter acontecido no UFC 180, em 15 de novembro de 2014, mas o americano sofreu uma lesão no joelho e a luta teve que ser adiada. Na ocasião, o UFC colocou Mark Hunt para enfrentar o brasileiro, valendo o cinturão interino da categoria. O gaúcho venceu por nocaute no segundo round.

Essa será a terceira defesa consecutiva de cinturão de Cain Velásquez, a primeira sem ser contra Junior Cigano. O americano não sobe ao octógono desde outubro de 2013.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.