Encerra hoje (10) o prazo para recadastramento dos servidores ativos do Governo de Mato Grosso. Quem não der início ao recadastro poderá ter o salário suspenso nos próximos meses.

Para realizar o recadastro, o servidor precisa acessar o site do órgão. O processo é dividido em duas etapas: na etapa “vínculos”, haverá a solicitação do código validador de assiduidade. A partir disso começa a fase presencial do recadastramento.

O servidor deve fazer download da Declaração de Efetivo Exercício e solicitar o código validador de assiduidade para poder concluir o seu recadastramento. Após a validação do código, o servidor deve prosseguir com o cadastro. O ambiente construído para gerar o código validador de assiduidade possui altos parâmetros de segurança, gerando apenas um código pessoal.

Leia também:  Rondonópolis | Indústria é o setor que mais gerou empregos em maio

Os servidores e empregados públicos em afastamento ou licença também devem fazer o recadastramento. A diferença, nestes casos, é que a Declaração de Efetivo Exercício deverá ser entregue na unidade de gestão de pessoas do órgão de origem, a quem competirá confirmar a regularidade do afastamento ou licença e liberar o código validador de assiduidade.

Estão dispensados da atualização os servidores e empregados públicos que ingressarem no serviço público estadual a partir de janeiro de 2015.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.