Rick Carliste - Foto: reprodução
Rick Carliste – Foto: reprodução

Virou moda no mundo do esporte um treinador “amordaçar” a boca para protestar em uma entrevista coletiva. No Brasil, o técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, começou a onda no início deste mês. Luxa colocou um esparadrapo na boca para reclamar de uma suspensão de dois jogos recebida no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ).  A iniciativa cruzou hemisférios e foi tomada também pelo treinador do Dallas Mavericks, Rick Carlisle, após a vitória do seu time sobre o Houston Rockets, na noite de domingo, em Dallas (EUA), no jogo 4 do confronto válido pela primeira rodada dos playoffs da NBA.

O “coach” protestou contra uma multa de US$ 25 mil (R$ 73 mil) que ele recebeu após o jogo 3 por ter criticado fortemente a arbitragem. Questionado por um jornalista sobre o jogo físico entre Mavericks e Rockets, Carlisle brincou ao indagar se a pergunta era sobre a arbitragem e colocou um esparadrapo na sua boca.

Leia também:  Torneios esportivos devem movimentar o fim de semana em Rondonópolis

– É uma série física, é um rival muito físico. Mas suportamos hoje e é isso que temos que fazer. Sempre será mais difícil, mas é um desafio – disse Rick, voltando ao assunto levantado pelo repórter.

Para continuar vivo em busca de uma vaga na semifinal da Conferência Oeste, o Dallas Mavericks precisa vencer novamente o Houston Rockets no jogo 5 da série, nesta terça-feira, às 21h (de Brasília), em Houston.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.