A Polônia é um dos principais centros do MMA na Europa, mas só recebe seu primeiro evento do UFC na sua história neste sábado, quando a organização visita a Tauron Arena, na Cracóvia. Para comemorar a ocasião, o Ultimate revive uma de suas lutas mais marcantes: o confronto entre o brasileiro Gabriel “Napão” Gonzaga e o croata Mirko “Cro Cop” Filipovic, lenda viva do MMA mundial. O Combate transmite ao vivo e com exclusividade a partir de 12h30 (horário de Brasília). O Combate.com acompanha em Tempo Real no mesmo horário, e exibe em vídeo ao vivo a primeira luta do card, entre os pesos-penas Rocky Lee e Taylor Lapilus.

Napão e Cro Cop se encontraram pela primeira vez em 21 de abril de 2007, na Inglaterra. O croata estava no auge: havia acabado de conquistar o torneio de peso-absoluto do Pride com vitórias sobre nomes como Hidehiko Yoshida, Wanderlei Silva e Josh Barnett, e venceu a quinta luta seguida ao bater Eddie Sanchez em sua estreia no UFC. Mais um triunfo significava uma chance de desafiar Randy Couture pelo cinturão peso-pesado. Todavia, Napão, ainda relativamente desconhecido mesmo após três vitórias seguidas na organização, o surpreendeu. Após uma atuação dominante por todo o primeiro round, nocauteou Filipovic usando a principal arma do arsenal do croata: um chute alto na cabeça, que não só apagou instantaneamente o adversário, como ainda causou lesões no seu joelho e tornozelo, que viraram com a força da queda. O golpe permanece entre os lances mais plásticos da história do Ultimate.

Leia também:  Jogador revelado pelo REC marca contra o Flamengo

Oito anos depois, ambos os lutadores se encontram em momentos bem diferentes do primeiro encontro. Napão disputou o título após a vitória, passou a alternar bons e maus momentos no octógono e foi demitido em 2010. Ele foi readmitido dois anos depois e, após quatro vitórias nas cinco primeiras lutas, foi derrotado nas últimas duas. Realista, sabe que dificilmente conseguirá “recapturar a mágica” de sua primeira vitória sobre Filipovic.

– Será uma luta nova. Nós dois mudamos muitos nesse tempo todo, nem eu e nem ele somos os mesmos. Não vejo como revanche. Aquele combate foi perfeito para mim. Não cometi nenhum erro e aproveitei o dele. Acho que um nocaute como aquele não pode ser reproduzido. Não vou tentar acertar outro chute alto. Vou tentar ganhar a luta – afirmou Gonzaga durante a semana, em entrevista ao “MMA Junkie”.

Leia também:  Atleta rondonopolitana é ouro no salto em altura

Cro Cop, por sua vez, nunca mais foi o mesmo. Após três derrotas consecutivas no UFC, o croata anunciou sua aposentadoria em 2011, mas acabou retornando no ano seguinte. Ele venceu três de suas quatro últimas lutas, e, na mais recente, voltou a nocautear com o chute alto. A vítima foi o campeão olímpico de judô Satoshi Ishii, em 31 de dezembro passado. De volta ao Ultimate aos 40 anos de idade, Filipovic está determinado a vingar sua derrota mais marcante.

– Eu estou pronto e muito motivado para essa luta. Quero lutar e só – disse Cro Cop após a pesagem do evento, na sexta-feira.

País da atual campeã peso-palha do UFC, Joanna Jedrzejczyk, a Polônia está representada por sete lutadores no evento, sendo o principal deles o peso-meio-pesado Jan Blachowicz. Ele faz a penúltima luta da noite, contra o britânico Jimi Manuwa. Outro destaque do card principal é a luta entre a escocesa Joanne Calderwood, potencial primeira desafiante ao cinturão de Jedrzejczyk, e a ucraniana Maryna Moroz, invicta em cinco lutas. No card preliminar, o brasileiro Serginho Moraes, participante do primeiro TUF Brasil, volta ao cage após 20 meses afastado, e busca a terceira vitória consecutiva ao enfrentar o francês Mickael Lebout, estreante no UFC.

Leia também:  Dom Bosco marca jogo para às 9h no domingo pela Copa FMF

Confira o card completo:

UFC: Gonzaga x Cro Cop
11 de abril, em Cracóvia (POL)
CARD PRINCIPAL
Peso-pesado: Mirko Cro Cop x Gabriel Napão
Peso-meio-pesado: Jimi Manuwa x Jan Blachowicz
Peso-meio-médio: Pawel Pawlak x Sheldon Westcott
Peso-palha: Joanne Calderwood x Maryna Moroz
CARD PRELIMINAR
Peso-meio-médio: Seth Baczynski x Leon Edwards
Peso-médio: Garreth McLellan x Bartosz Fabinski
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Mickael Lebout
Peso-pena: Yaotzin Meza x Damian Stasiak
Peso-pesado: Daniel Omielanczuk x Anthony Hamilton
Peso-palha: Aleksandra Albu x Izabela Badurek
Peso-leve: Marcin Bandel x Steven Ray
Peso-pena: Rocky Lee x Taylor Lapilus

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.