O autor de uma tentativa de homicídio qualificado foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (29.05), no município de Lucas do Rio Verde (354 km a Norte). O acusado, Cristian Jhones Rodrigues, 21,  teria atentado contra a vida da vítima mando de um presidiário de Rondonópolis (212 km ao Sul). Ele foi preso em flagrante por tentativa de homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo e munições.
O trabalho integra o planejamento da Secretaria de Estado de Segurança Pública para reduzir os índices de criminalidade nos municípios do interior de Mato Grosso.
O crime aconteceu na noite de quinta-feira (28), no bairro Veneza, quando o suspeito efetuou um disparo de arma de fogo contra Cleison Martins da Silva, que foi atingido na boca. Em seguida, o acusado fugiu do local. A vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital do Município de Sorriso.
Em diligências, investigadores conseguiram identificar Cristian como o autor da ação criminosa motivada por um acerto de contas. Segundo testemunhas, quem ordenou o homicídio foi o detento, Luciano Mariano da Silva, conhecido como “Martelo”, condenado há mais de 40 anos de prisão e que atualmente cumpre pena na cidade de Rondonópolis.
De acordo com o delegado, Rafael Mendes Scatolon, o presidiário é membro da facção Comando Vermelho de  Mato Grosso (CV-MT) e é considerado de alta periculosidade. Na Delegacia de Lucas do Rio Verde ele responde ao menos cinco procedimentos e mesmo recolhido continua comandando  ações criminosas na região.
“Tudo indica que o Cleison e Cristian deviam o mandante do crime, e para quitar a dívida o presidiário ordenou que Cristian matasse Cleison”, disse o delegado Rafael Mendes Scatolon.
Policiais civis efetuaram sua prisão de Cristian em uma residência da cidade. Com ele foi apreendido o revolver calibre 38, utilizado na tentativa de homicídio e mais quatro munições do mesmo calibre.
O acusado foi conduzido à Delegacia de Lucas do Rio Verde e autuado em flagrante pelo delegado Rafael Mendes Scatolon. No momento do interrogatório, o telefone celular do acusado tocou e na opção viva voz o delegado Rafael efetuou a gravação da conversa entre Cristian e o preso presidiário que queria confirmar o “serviço”.
Após o flagrante Cristian foi levado para a Cadeia Pública local.

Leia também:  Polícia recupera carro minutos após o roubo no Residencial Planville
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.