Após o Supremo Tribunal Federal decidir que a regra da fidelidade partidária não vale para políticos eleitos em majoritária, as movimentações políticas começaram a acontecer em Mato Grosso, o que pode mudar totalmente o andamento das eleições de 2016.

O ex-governador e senador Blairo Maggi (PR), um dia após a decisão já afirmou que deve deixar o partido e migrar para um com mais força como o PMDB.

Ele inclusive afirmou que já vem conversando com o vice-presidente da República, Michel Temer, e também com o presidente estadual do partido, Carlos Bezerra, para a mudança.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.