A cesta básica ficou mais cara para o consumidor em março. A média registrada no mês foi de R$ 351,87, aumento de 2,21% em relação a fevereiro. Os destaques na cesta básica são a carne e o tomate, sendo estes os maiores responsáveis pelo seu aumento, quando comparado ao mesmo período do ano passado. As informações são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Conforme os economistas do instituto, grande parte do tomate mato-grossense é importado da região sudeste, especificamente São Paulo e Minas Gerais, assim a estiagem ocorrida no final do ano passado até janeiro deste ano em São Paulo afetou as lavouras de tomate, ocasionando em uma menor oferta do fruto.

Leia também:  Sobe e desce | Petrobras reduz preços da gasolina e diesel nas refinarias nesta sexta

Com isso, o preço do tomate começou a subir, registrando assim o trimestre mais caro desde 2012, com média de R$ 5,53/kg. Para o setor de carnes o cenário é parecido, a carne bovina precisamente tem enfrentado um período de menor oferta, fazendo com que o preço da arroba do boi gordo chegue a patamares elevados, impactando desta forma na “mesa” do consumidor.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.