Kimi Raikkonen terá “dever de casa” para fazer nas próximas duas semanas. O chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, admitiu que está insatisfeito com o desempenho do “Homem de Gelo” nos treinos classificatórios e pedirá que ele se concentre mais na definição do grid de largada. Em Mônaco, o finlandês saiu apenas em sexto, quase seis décimos de segundo atrás do companheiro Sebastian Vettel, em 3º. O alemão terminou em segundo, e Raikkonen manteve sua posição de origem.

– O problema de Kimi está no classificatório. Ele enfrentou um pouco de tráfego e ficou muito atrás dos pilotos à frente dele. No entanto, durante a corrida, ele tinha o mesmo ritmo que Sebastian. Então, se ele melhorar no classificatório, não terá problemas na corrida, porque Kimi é muito bom em uma corrida. Se precisar passar algum dever de casa para ele, será escrever 100 vezes “Eu tenho que ser melhor no classificatório” – disse o dirigente italiano.

Único piloto fora da Mercedes a ter vencido uma corrida nesta temporada, Sebastian Vettel teve rendimento superior ao de Kimi no treino classificatório em todas as etapas já realizadas. Como consequência, o alemão, terceiro colocado do ranking, já abriu 38 pontos de frente em relação ao companheiro, na quarta posição (confira a classificação completa). Raikkonen reconhece sua fraqueza e diz que está se esforçando para reverter a situação.

– É claro que você tem que se entregar 100% na classificação e fazer o carro se comportar como ele já se comporta na maior parte do tempo. Espero conseguir isso e deixar a corrida muito mais fácil. Largar de uma posição ruim não ajuda. Tenho certeza de que podemos fazer um trabalho melhor, mas por alguma razão tenho tido um desempenho ruim nos classificatórios, e espero poder mudar isso – avaliou o campeão mundial de 2007.

Depois que voltou para a Fórmula 1, em 2012, após duas temporadas de ausência, Raikkonen ainda não conquistou pole positions, apesar de ter tido duas vitórias pela Lotus. Ao longo de sua carreira, ele já largou na posição de honra do grid em 16 corridas. A última vez foi no GP da França de 2008, quando chegou em segundo, atrás do então companheiro de Ferrari Felipe Massa. A próxima corrida da temporada 2015 é no dia 7 de junho, no Canadá.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.