A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), junto ao Governo Federal, Agência Nacional de Águas (Ana) e o Pacto de Defesa das Cabeceiras do Pantanal, realizará nos dias 12 e 14 de maio o curso de capacitação para o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). A inscrição para o evento é gratuita e pode ser realizada pela internet, ao todo são 100 vagas a serem distribuídas entre entidades estaduais, municipais, setor privado, poder público e sociedade civil.

No dia 12 de maio, o curso ocorre na cidade de Mirassol D’Oeste (286 km a Sudoeste); e no dia 14 em Tangará da Serra (240 km de Cuiabá), dividindo turmas de 50 pessoas por cidade. É alertado aos interessados que a preferência para as vagas estão direcionadas a pelo menos um representante por município, remanejando após, as vagas restantes aos outros inscritos.

Leia também:  MPE denuncia estudante por homicídio triplamente qualificado e requer manutenção de prisão

O objetivo deste evento é contribuir para a diminuição dos conceitos de PSA e o Programa Produtor de Águas. O candidato que tiver interesse em participar do curso deverá preencher a ficha de inscrição que está disponível no site www.pacto.eco.br com dados pessoas e profissionais. É importante assinalar a opção da cidade que tem interesse em participar e responder aos questionamentos contidos no formulário.

Os temas a serem abordado serão de esclarecimento quanto ao funcionamento do PSA, formas de cálculo, experiências, conceitos, desafios e boas práticas. O evento também apresenta o Pacto de Defesa das Cabeceiras do Pantanal e as boas práticas de conservação da água e do solo. Ao final, será feito uma avaliação com os participantes e concedido um certificado.

Leia também:  MPE notifica Poderes para que travestis e transexuais possam usar ‘nome social’

O que é PSA

Consiste em uma forma de remunerar os proprietários de terras pela conservação ambiental do local, tendo em vista fatores como a manutenção do ecossistema e a importância em manter a diversidade biológica.

Sobre o curso

Entre as palestras que os participantes terão acesso estão alguns temas: o porquê do ‘Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal’; o que é PSA; informações sobre ‘boas práticas de conservação do solo e da água’, com o coordenador de Implementação de Projetos Indutores da Agência Nacional de Águas (ANA); métodos de valoração do produtor rural – Quanto é e como se calcula o valor do pagamento do PSA, com Leonardo Barcellos de Bakker – mestre em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), membro do Grupo de Economia do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (GEMA / UFRJ). Neste site você pode fazer ter acesso a programação completa: http://www.pacto.eco.br/

Leia também:  MPE quer condenação de ex-secretário e mais 6 por desvios na Educação
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.