Daniel Cormier considera ofensiva a ideia de que não merece a oportunidade pelo título meio-pesado do UFC. Após o Ultimate retirar o cinturão de Jon Jones por desvio de conduta fora do octógono, o atleta da AKA foi o escolhido para substituí-lo na luta contra Anthony Johnson. A decisão gerou reação negativa por parte de alguns fãs dos esporte, o que, na opinião de DC, “não faz sentido algum”.

Em entrevista ao programa “The MMA Hour”, Cormier chamou a atenção para a relevância de seu cartel, composto por 15 vitórias e uma derrota. O fato de ter se mostrado dominante em toda carreira no MMA, perdendo apenas para Jones, então número um peso-por-peso no ranking da organização, o faz acreditar que mereça lutar pelo cinturão.

Leia também:  Corinthians vence o Fluminense de virada e se torna campeão brasileiro pela sétima vez

– Eu venci 15 lutas seguidas antes de perder para o número um do esporte. A primeira vez que perdi um round na carreira foi contra Jones. E agora, de alguma maneira, esqueceram disso e me transformaram em um “Zé Mané” – afirmou.

Cormier também acha que, ainda que Johnson mereça crédito pela boa sequência de lutas feitas como meio-pesado, o lutador ainda não enfrentou as adversidades que teve enquanto meio-médio. Em sua opinião, a próxima luta é o momento de saber como “Rumble” lidará contra uma atleta de maior nível.

– As pessoas o transformaram em uma mistura de King Kong e Godzilla, mas ele não é isso. Não estou dizendo que é superestimado. Ganhou de Phil Davis em todos os rounds, assim como fez contra Andrei Arlovski. Dominou todo mundo em suas últimas nove lutas, mas agora é uma questão de saber como ele vai enfrentar uma adversidade maior.

Leia também:  União e Cuiabá ficam no empate Luthero

Daniel Cormier recebeu chance de lutar pelo título meio-pesado após o Ultimate retirar o cinturão de Jon Jones. “Bones” lutaria contra Anthony Johnson no próximo dia 23 de maio, no UFC 187, mas foi retirado do card após envolvimento em acidente de transito em Albuquerque, Novo México. O ex-campeão bateu no carro de uma mulher grávida, que quebrou o braço no acidente, e fugiu da cena do crime, deixando no veículo seus documentos e um purificador para uso de maconha. Ele chegou a se apresentar na delegacia, mas foi solto após algumas horas mediante pagamento de fiança. O julgamento de caso ainda está em andamento.

UFC 187
23 de maio, em Las Vegas (EUA)
Card principal
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier  x Anthony Johnson
Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort
Peso-leve: Donald Cerrone x John Makdessi
Peso-pesado: Travis Browne x Andrei Arlovski
Peso-mosca: Joseph Benavidez x John Moraga
Card preliminar
Peso-mosca: John Dodson x Zach Makovsky
Peso-meio-médio: Josh Burkman x Dong Hyun Kim
Peso-médio: Uriah Hall x Rafael Sapo
Peso-palha: Rose Namajunas x Nina Ansaroff
Peso-meio-médio: Mike Pyle x Cody Covington
Peso-leve: Leo Kuntz x Islam Makhachev
Peso-mosca: Josh Sampo x Justin Scoggins

Leia também:  Atleta rondonopolitana é ouro no salto em altura
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.