O setor de exportação brasileira de carne de frango registrou queda de 19,8% no mês de abril em relação ao mesmo perídodo do ano passado. A greve dos caminhoneiros em Mato Grosso, um dos estados com plantas exportadoras, teve sua contribuição afetando o ritmo dos negócios. Também houve retração de 6,6% nos volumes embarcados, com total de 336,9 mil toneladas exportadas em abril. Os dados foram divulgados ontem (05) pela Associação Brasileira de Proteína Animal.

De acordo com o vice-presidente de Aves da entidade, Ricardo Santin, em comparação com o saldo do ano passado, o setor teve diminuição das compras pelos importadores angolanos, além da adequação de estoques em Hong Kong e em outros mercados, o que influenciou o desempenho registrado de abril.

Leia também:  Começa nesta sexta a 2ª etapa de pagamento do PIS-Pasep a idosos

No acumulado do ano, as exportações alcançaram US$ 2,1 bilhões, decréscimo de 11,8% na comparação com igual período de 2014. O volume de embarques também decresceu 2%, chegando a 1,26 milhão de toneladas.

“Com a volatilidade cambial, os exportadores estão planejando os melhores momentos para efetivar as vendas, o que pode ter impactado no saldo de abril. As paralisações de caminhoneiros em estados com plantas exportadoras, como Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, também afetaram o ritmo dos negócios”, acrescentou o presidente da associação, Francisco Turra.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.