Uma grande ofensiva à criminalidade reuniu cerca de 200 agentes da Segurança Pública no município de Sorriso. Ao longo desta segunda e terça-feira (11 e 12.05), eles agiram em diversos pontos levantados por meio de denúncias da população e pela Inteligência das polícias Civil e Militar, para cumprimento de mandados de busca e apreensão e prisão relacionados à crimes como homicídio, latrocínio, roubos e furtos.

Um balanço parcial da ação integrada da operação Interior Seguro, modalidade “Asfixia”, na cidade, resultou em sete pessoas presas em cumprimento de mandados de prisão, 144 quilos de maconha apreendidos, 341 pinos de cocaína e duas balanças de precisão apreendidos, além de várias porções de maconha e pasta base, aparelhos celulares, uma moto, pacotes de cigarro, entre outros objetos.

Leia também:  Acusado de estuprar menina dos 7 aos 13 anos é preso

Estão empregados na operação 112 policiais civis das Delegacias Regionais de Sinop, Peixoto de Azevedo, Alta Floresta, Diamantino, Cáceres, Primavera do Leste e Tangará da Serra, com a participação de 24 delegados e equipes de investigadores e escrivães das regiões, além de 60 policiais militares das regionais de Sinop e Nova Mutum, Força Tática, Rotam, GOE, Ciopaer, peritos da Politec, agentes da Polícia Rodoviária Federal, do Sistema Prisional e Conselho Tutelar.

Segundo o secretário Executivo de Segurança Pública, Fábio Galindo, a megaoperação está dentro da estratégia da segurança pública após os 100 dias de gestão. “Temos um emprego intenso de atividade de Inteligência em cidades estratégicas do interior de Mato Grosso identificando os maiores focos de criminalidade e agindo de forma direcionada nas quadrilhas especializadas bem como nos autores reincidentes de crimes graves”, explicou Galindo.

Leia também:  Acidente com duas carretas atinge carro de família e criança de 4 anos morre em MT

Para realização do importante trabalho da segurança no interior, o secretário Executivo destaca a mobilização elevada de efetivo que atua de forma sistemática e integrada, executando as ordens expedidas pela Justiça Criminal. “Esse é um trabalho que tem a marca da integração da Segurança Pública. Que retira das ruas criminosos que vinham incomodando de forma insistente as famílias e pessoas de bem”, sublinhou.

O secretário destacou ainda o comprometimento dos profissionais envolvidos na operação. “A confluência dessa integração gera um resultado altamente positivo para a Segurança do Estado”.

A grande ação em Sorriso é a primeira de muitas estratégias que serão desencadeadas nas cidades do Estado pela Segurança Pública, e as investigações no município deverão prosseguir, de modo a viabilizar que a Justiça Criminal possa condenar os autores a fim de que permaneçam presos por um tempo maior do que a situação de flagrante delito.

Leia também:  Adolescentes são apreendidos e jovem preso por tráfico de drogas no Pedra 90
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.