O suspeito Rosenildo Prado de 32 anos, acusado de matar o próprio filho de um ano de idade com 12 golpes de canivete após uma briga com a mulher, deve ser julgado na manhã desta sexta-feira (29) no fórum da cidade de Campo Novo do Parecis (657 Km de Rondonópolis). O crime ocorreu em janeiro de 2012.

A denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), aponta que o suspeito discutiu com a esposa e em seguida matou o bebê do casal. Ainda conforme o MPE, Prado agrediu a mulher porque se sentia desprezado por ela. A mulher ficou com medo e fugiu para a casa de um vizinho, relatando que o filho estava sendo mantido refém pelo pai.

Conforme as informações a criança ficou sob ameaça do pai durante 4h até que foi morto com vários golpes de canivete. Rosenildo também resistiu à prisão e mordeu a perna de um policial que participava da operação para libertar a criança.

Entre as pessoas que devem ser ouvidas na audiência estão a ex-mulher do réu e um policial que foi mordido na perna.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.