Carteiro sem capacete - Foto: Você Repórter
Carteiro sem capacete – Foto: Você Repórter

O que estava ruim parece piorar a cada dia, essa é a voz corrente entre os clientes da outrora bem respeitada Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, mais conhecida como Correios, fundada em 1663 com o nome de Correio-Mor, uma empresa com mais de 352 anos de existência.

A entrega de encomendas, cartas e até comunicações judicias, estão sendo feitas com péssima qualidade pelos Correios em Rondonópolis, documentos oficiais que precisam ser entregues em mãos aos destinatários são entregues para vizinhos, que sem saber do teor da correspondência recebem e assinam o protocolo sem saber do que se trata.

Na grande maioria dos bairros a entrega está comprometida, os carteiros, muito respeitados pelo sério trabalho desempenhado, estão simplesmente deixando de entregar a correspondência e assinalam nos campos específicos no verso das correspondências que o destinatário não se encontra e com as repetidas devoluções a carta a encomenda acaba sendo reenviada ao remetente.

Leia também:  "DR" a sete chaves na Câmara Municipal

Não bastasse os diversos problemas causados com a falta da distribuição correta, agora alguns carteiros resolveram desafiar as leis de trânsito e trafegam pelas calçadas, na contramão das ruas e até sem capacete.

A superintendência dos Correios e a gerência da unidade de Rondonópolis, tem recebido centenas de reclamações quanto a qualidade da entrega, mas ao que parece compactua com um serviço de má qualidade que vem destruindo uma imagem de seriedade e de um serviço público que sempre foi considerado o melhor do país.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.