Corre pelos bastidores políticos, os rumores de que o ex-deputado estadual José Riva (PSD), preso há 79 dias no Centro de Custódia de Cuiabá, estaria se preparando junto com os advogados de defesa para um acordo de delação premiada. A família de Riva já teria sido, inclusive, avisada da decisão.

Após inúmeras derrotas na justiça, Riva teria optado pelo recurso mais utilizado nos últimos tempos por envolvidos em esquemas de desvio público no país. Decidido a sair o mais rápido possível da prisão, Riva estaria só aguardando o resultado o julgamento do Habeas Corpus, para decidir se usará o recurso de delação premiada.

Há quem acredite que desta vez, longe do alcance da ministra Maria Thereza de Assis Moura, o ex-presidente da Assembleia Legislativa consiga o alvará de soltura da Justiça, caso contrário, se Riva, que atuou na AL nos últimos 20 anos, entrar no programa de delação premiada, muita gente permanecerá de cabelo em pé e poderá cair ‘muita gente graúda’.

Leia também:  Longe da política; Verinha termina mestrado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.