O governador Pedro Taques desembarcou no último domingo (10) nos Estados Unidos, onde cumprirá extensa agenda durante toda a semana para buscar recursos em prol do desenvolvimento econômico de Mato Grosso. Nesta segunda-feira (11), data que marca sua 1ª viagem oficial fora do Brasil, o chefe do Executivo tem programadas reuniões com os bancos Mundial e Interamericano de Desenvovilmento (BID), ambos localizados em Washington, DC.

Pela manhã, Taques foi recebido, juntamente com os secretários de Estado de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo, e adjunta de Acompanhamento das Políticas e Programas de Desenvolvimento, Rita Chiletto, por representantes do Banco Mundial, na capital norte-americana.

No encontro matutino, o governador apresentou dados socioeconômicos de Mato Grosso, com foco na vocação do Estado para o agronegócio. O material mostrado aos prováveis investidores foi elaborado em parceria pelas secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico, Planejamento e Infraestrutura.

Leia também:  Estado aumenta valor dos repasses para fundos municipais de Saúde

Foram destacados os indicadores mato-grossenses de desenvolvimento econômico, em especial os voltados ao crescimento com sustentabilidade, ao potencial mineral e à posição geográfica estratégica da unidade federativa, que a qualifica como um “corredor” do ecoturismo.

Além disso, os representantes do Governo de Mato Grosso elencaram os principais esforços feitos pela atual administração para contribuir com o crescimento do Estado, como a implantação da Zona de Processamento e Exportação (ZPE) de Cáceres e os investimentos em infraestrutura logística, possibilitados pelo programa Pró-Estradas.

À tarde, o governador apresenta o programa Pró-Pantanal, lançado na terça-feira (05.05), no Distrito de Mimoso, em Santo Antônio de Leverger. No município mato-grossense, Taques assinou o Decreto Governamental com o objetivo de fortalecer o desenvolvimento econômico, o turismo e a preservação ambiental.

Leia também:  Festrilha | Festival Mato-grossense de Quadrilhas prossegue com etapa em Araguaiana

Ainda no BID, será discutida a possibilidade de reativação, por meio da obtenção de recursos alocados no início da década passada, do extinto programa BID Pantanal, que visa beneficiar com infraestrutura a região pantaneira.

Até o fim da semana estão programadas visitas da comitiva de Mato Grosso à Universidade Columbia, a mais antiga instituição de ensino superior do estado de Nova York, e reuniões com fundos de investimentos e investidores.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.