Hospital e maternidade de Alto Taquari - Foto: ARQUIVO AGORA MT
Hospital e maternidade de Alto Taquari – Foto: ARQUIVO AGORA MT

A 1ª dama do Estado de Mato Grosso, Samira Martins, visitou hoje (23), o Hospital de Alto Taquari, para conhecer as instalações e discutir a possibilidade de uma aproximação entre o Governo do Estado e o município de Alto Taquari. A ida de Samira surgiu após os rumores de que a unidade de saúde, gerenciada pela Fundação Municipal de Saúde de Alto Taquari (FUNSAT), encerraria suas atividades.

Apesar disto, a secretaria municipal de saúde, Deise Juliana Coelho de Oliveira, garante que não haverá mais fechamento, e que a conversa entre o Executivo Estadual, faz parte de aproximação já iniciada.

De acordo com a secretária, conforme já articulado, o Governo do Estado pretende fortalecer os hospitais de pequeno porte, como o de Alto Taquari que também atende pacientes da região. Com isso o Estado passa a arcar com uma parte maior parte do repasse.

Leia também:  Aumentam em 30 % os casos de roubos e furtos de animais na área rural

“Atualmente o município de Alto Taquari destina 27% de sua receita total para a saúde. Só no hospital são cerca de R$ 166 mil. Estamos implantando medidas para descentralizar atendimentos simples do hospital, isto é, deixar que casos simples sejam tratados pelas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e manter no hospital, apenas atendimentos de urgências e emergências, bem como internações cirúrgicas”, explicou ela.

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Ainda de acordo com a secretária, até o fim do mês, a Administração irá realizar uma audiência pública, para explicar a população como funciona o gerenciamento da FUNSAT e como é distribuído os repasses. A data ainda não foi programada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.