Medeiros ao fundo no momento em que os senadores conseguiram descer da van - Foto: Reprodução
Medeiros ao fundo no momento em que os senadores conseguiram descer da van – Foto: Reprodução

A comitiva formada por oito senadores, entre eles José Medeiros (PPS), que viajou para a Venezuela na manhã desta quinta-feira (18), para conferir a situação dos presos políticos, foi apedrejada e está ‘ilhada’ entre os manifestantes do local. Segundo informações eles gritam “saiam, saiam” e dizem não aceitar nenhum tipo de interferência internacional no caso.

Senadores brasileiros são atacados por chavistas na Venezuela - Foto: Maduradas.com / Venezuela
Senadores brasileiros são atacados por chavistas na Venezuela – Foto: Maduradas.com / Venezuela

O objetivo dos parlamentares era inclusive visitar os familiares dos presos e tentar contato com eles. Além de pressionar o presidente Nicolás Maduro para que eles sejam soltos e para que haja eleições para escolha do novo presidente.

Via página na rede social, o senador Ronaldo Caiado afirmou “Não conseguimos sair do aeroporto. Sitiaram o nosso ônibus, bateram, tentaram quebrá-lo. Estou tentando contato com o presidente Renan. Filmei o apedrejamento que fizeram contra nosso ônibus, mas o sinal de internet é ruim. O embaixador do Brasil na Venezuela nos recebeu no aeroporto e foi embora. Agora estamos sendo agredidos e não tem representante do governo. ’’

Leia também:  Detentos aprendem fazer pão francês para doação à famílias desabrigadas de Pernambuco
Tumulto na porta da van que levava os senadores brasileiros - Foto: Madurada.com / Venezuela
Tumulto na porta da van que levava os senadores brasileiros – Foto: Madurada.com / Venezuela

O Presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros emitiu uma nota sobre as agressões

“O Presidente do Congresso Nacional recebeu relatos apreensivos da delegação de senadores brasileiros em viagem a Venezuela através dos senadores Cássio Cunha Lima, Aloysio Nunes Ferreira, Ronaldo Caiado e Aécio Neves.

Há relatos de cerco à delegação brasileira, hostilidades, intimidações, ofensas e apedrejamento do veículo onde estão os senadores brasileiros.

O Presidente do Congresso Nacional repudia e abomina os acontecimentos narrados e vai cobrar uma reação altiva do governo brasileiro quanto aos gestos de intolerância narrados.

As democracias verdadeiras não admitem conviver com manifestações incivilizadas e medievais. Eles precisam ser combatidos energicamente para que não se reproduzam.”

Leia também:  Motéis recebem multas por venderem produtos vencidos em Goiânia
Momento em que manifestantes atacam ônibus da delegação brasileira - Foto: Maduradas.com / Venezuela
Momento em que manifestantes atacam ônibus da delegação brasileira – Foto: Maduradas.com / Venezuela

ATUALIZAÇÃO

17h03 – Segundo o senador Aloysio Nunes, depois de quatro horas de espera a comitiva conseguiu sair em direção ao Presídio Ramo Verde onde está preso Leopoldo López, marido de Lilian Tintori.

17h21 – Ainda segundo o senador, o túnel que dá acesso ao presídio está fechado, pois estaria sendo lavado neste momento e por isso a comitiva tem que voltar ao aeroporto.

Medeiros ao fundo aparenta tranquilidade - Foto: Maduradas.com / Venezuela
Medeiros ao fundo aparenta tranquilidade – Foto: Maduradas.com / Venezuela

17h37– A Câmara dos Deputados aprovou uma Moção de Repúdio aos atos de protesto contra a delegação brasileira de senadores.

17h47 – A comitiva de senadores decidiu retornar ao Brasil já que foram impedidos de chegar até o aeroporto.

18h52 – A esposa, do Senador José Medeiros, Ruth Medeiros, informou por meio do aplicativo Whats APP do AGORA MT, que a comitiva brasileira já deixou a Venezuela e deve chegar ao Brasil no meio da madrugada.

Leia também:  Falsa grávida é presa em flagrante com barriga de cocaína em rodovia de SP
Avião da FAB que levou os senadores está parado no aeroporto - Foto: Maduradas.com / Venezuela
Avião da FAB que levou os senadores está parado no aeroporto – Foto: Maduradas.com / Venezuela

Vídeo gravado dentro da van da comitiva dos senadores brasileiros

Em vídeo María Corina, líder da oposição na Venezuela, relata o ataque a van dos senadores brasileiros

Créditos:

Fotos: maduradas.com – Venezuela

Videos: Lapatilla Patillavideo – Venezuela

Tradução: Isabela Negri – Rondonópolis / MT – (66) 9909-2088

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.