A seleção brasileira entrou em quadra neste domingo (21) buscando a revanche contra os italianos na Liga Mundial de Vôlei. O Brasil acabou derrotado na última sexta na por 3 sets a 2. Diferente do primeiro jogo entre as equipes, a equipe comandada pelo técnico Rubinho dominou o duelo deste domingo e venceu por 3 sets a 0 (25-23, 25-22 e 25-16).

Os dois primeiros sets foram os mais difíceis. O Brasil teve uma sequência de erros da primeira etapa, que permitiu a Itália empatar o placar. Depois do clima esquentar entre as duas equipes em meio aos pedidos italianos de desafio, a seleção conseguiu fechar a primeira etapa por 25-23 em bloqueio de Evandro.

O segundo set começou muito equilibrado, principalmente pelos erros das duas seleções na hora de sacar. O Brasil errou menos e conseguiu fechar em 25-22. O último set foi o mais tranquilo, a seleção chegou a abrir 15 a 9 e 19 a 12 na sequência, tendo muita calma para fechar o set em 25-16 e confirmar a vitória.

Leia também:  União, mesmo com derrota, avança e joga de novo contra o Dom Bosco

A próxima partida do Brasil na Liga Mundial de Vôlei é no próximo final de semana, contra a Austrália, em Sidney.

O Brasil perdeu duas vezes em oito partidas disputadas nessa primeira fase de Liga Mundial, uma para a Sérvia e outra para a Itália. A seleção já está classificada para a fase decisiva da competição, que acontece no Rio de Janeiro, por ser país-sede.

Erros dos dois times
A seleção brasileira errou muitos lances em quadra contra a Itália. No primeiro set, toques na rede de Evandro, Isac e Lucarelli deram a chance dos adversários encostarem no placar várias vezes até o final da partida. No segundo set, os erros também foram muitos dos dois lados, principalmente de saque. Apenas no terceiro set o Brasil se acertou e conseguiu corrigir seus erros, conseguindo cinco aces.

Leia também:  Luve perde e está de volta à Zona da Degola

Boqueio
Errando bastante no saque e até mesmo na hora de levantar as bolas com Bruninho, o Brasil teve um diferencial nesse segundo jogo contra a Itália, que é um velho conhecido da seleção e da torcida: o bloqueio. Foram oito bloqueios brasileiros conta apenas um italiano na partida. A equipe foi superior no fundamento durante todo o jogo e principalmente no primeiro set, quando o placar estava mais apertado e Evandro conseguiu fechar a etapa justamente com um bloqueio.

Titulares
Diferente do que aconteceu na sexta-feira, o técnico Rubinho – substituto de Bernardinho, que cumpre suspensão de 10 jogos imposta pela Federação Internacional após o último Mundial de Vôlei – colocou uma equipe diferente para começar a partida. Bruninho, Isac, Murilo, Evandro, Lucão, Lucarelli e Serginho foram os titulares, enquanto que na sexta, Wallace e Éder estiveram no começo de partida nos lugares de Evandro e Isac.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.