Bruno Darvin da Silva Carvalho - Foto: Wladimir Lopes /
Bruno Darvin da Silva Carvalho – Foto: Wladimir Lopes /

Após tentar assaltar uma loja de celulares localizada no centro de Campo Verde, na tarde de hoje (18) o criminoso buscou refúgio na emissora de rádio da cidade. O assaltante estava sendo perseguido pelos seguranças de uma empresa de vigilância quando entrou na emissora e fez reféns. Tendo como principal vítima o jornalista da rádio, Aleandro Seron.

Após uma hora de negociação com a Polícia Militar e o promotor criminal da cidade, Arivaldo Guimarães, o jornalista foi liberado. A presença do promotor foi uma exigência do suspeito, Bruno Darvin da Silva Carvalho, para que se rendesse e liberasse a vítima.

Bruno e um comparsa invadiram uma loja de onde subtraíram duas mochilas e uma caixa com celulares. Eles se aproximaram como clientes e renderam as vítimas. Na fuga se depararam com os seguranças, contra os quais efetuaram seis disparos durante a perseguição.

Leia também:  Nove municípios de MT correm o risco de perder o benefício do programa Bolsa Família
Arma que estava com o
Armas que estavam com o suspeito – Foto: Wladimir Lopes / AGORA MT

O comparsa de Bruno fugiu sentido a uma área de mato e Bruno foi em direção ao veículo de comunicação, onde ele permaneceu com cerca de 4 reféns até se entregar para a polícia. Ele portava um revólver calibre 38 com 2 munições intactas. Ele foi levado para a delegacia municipal para as medidas necessárias.

O segundo suspeito não foi localizado. E ambos são de Cuiabá.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.