Foto: assessoria
Foto: assessoria

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente – Semma, realizou nesta sexta-feira (19), reunião para debater e unir forças com órgãos ligados à área ambiental, para definir ações de combate e fiscalização à queimadas.

De acordo com o secretário Municipal de Meio Ambiente, Lindomar Alves, o objetivo da reunião foi montar um plano de ação para combater o problema das queimadas na cidade de Rondonópolis, não só na área urbana mas também na zona rural. Uma das preocupações apontadas no debate foi com as aldeias indígenas.

“Na reunião tivemos a participação da Fundação Nacional do Índio – Funai, pois nós temos uma preocupação com a reserva indígena Tadarimana. A representante do órgão nos passou o trabalho que está sendo feito e que um caminhão-pipa já foi solicitado e vai ficar à disposição. Sugerimos que a Funai também fique em constante contato com o Corpo de Bombeiros para que eles possam passar informações e treinamentos para os índios”, disse.

Leia também:  221 vagas de empregos para Rondonópolis (07/06)

Segundo Alessandro Brandão, chefe do Departamento de Controle Urbano, a reunião foi produtiva, pois de agora em diante será uma ação conjunta com Bombeiros, Polícia Militar Ambiental, Semma e demais entidades. “Nosso setor atua de forma preventiva, em que notificamos o contribuinte, a fim de conscientizá-lo. Pedimos às pessoas que façam a manutenção do seu lote para que não haja esse desgaste de notificações e posteriormente geração de multa. Com a limpeza do terreno evitamos as queimadas e assim todos ganhamos, com a qualidade do ar e uma melhor respiração”, afirma.

O secretário de Meio Ambiente alerta que o proprietário que não cumprir com a lei responderá a um processo cível. “Fica mais barato o cidadão contratar um trator pra gradear seu terreno do que tomar uma multa, e posteriormente responder processo, e ter que gastar com advogado, perdendo tempo para se defender. Lembrando que quem realiza queimadas comete crime ambiental e se pego em flagrante responde judicialmente pelo ato praticado contra o meio ambiente”, avisa.

Leia também:  ACIR confirma participação em evento científico do IFMT

Uma parceria da Semma com o Corpo de Bombeiros já foi sinalizada e um projeto foi aprovado pelos vereadores para a contratação de 10 brigadistas, que posteriormente serão contratados por processo seletivo realizado pela Prefeitura.

Participaram da reunião ainda a Secretaria de Estado do Meio Ambiente – Sema, Corpo de Bombeiros, Ibama, Polícia Militar Ambiental, Exército, Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear, Gabinete de Apoio à Segurança Pública – Gasp, Fundação Nacional do Índio – Funai e o Ministério Público do Estado por meio da Promotoria do Meio Ambiente.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.